O USO DA MÚSICA NO ENSINO DE BIOLOGIA: EXPERIÊNCIAS COM PARÓDIAS

Ellen Samara Pereira da Silva, Ingride Barros Pereira, Suzyanne Morais Firmino de Melo

Resumo


Considerando a importância de alternados métodos lúdicos em sala de aula, o presente trabalho tem como objetivo demostrar a utilização da paródia como eficiente estratégia no ensino-aprendizagem na disciplina de biologia no âmbito escolar, ressaltando a grande importância desse artifício em sala de aula. Foram realizadas consultas bibliográficas por meio de artigos científicos, livros, teses, dissertações e resumos de congressos, onde Cabrera (2006), Oliveira (2014), Sant’Anna (2003) e demais autores, discutem o uso dessas e outras metodologias de ensino como formas de incentivos (ou não), que muitas vezes são responsáveis por desencadear sérias consequências no processo de construção de conceitos, que geram o devido aprendizado. De acordo com os autores citados, ficaram claras as diversas contribuições do uso desse recurso, como a cooperação para elaboração de uma aula mais prazerosa, envolvente, resultando assim em uma devida interação, possibilitando maior motivação do aluno, facilitando o desenvolvimento de sua criatividade, propiciando questionamentos, buscas e duvidas de conceitos, que despertem seu senso crítico em relação aos problemas biológicos e/ou sociais, aumentando cada vez mais seu conjunto de conhecimento qualitativamente e quantitativamente. Além de sua grande colaboração no processo de ensino-aprendizagem, devido ao fácil entendimento dos conteúdos curriculares de forma dinamizada, o uso da paródia também contribui para uma consequentemente fixação dessas temáticas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.