O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO DOCENTE: UMA VIVÊNCIA INDISPENSÁVEL

Marcela Cristina Gonçalves de Melo

Resumo


Este artigo é parte de um estudo aprofundado realizado em diversas obras acadêmicas e tem como objetivo elucidar a importância e relevância do estágio curricular supervisionado para o aluno de licenciatura. Traz para tanto, pontos positivos e negativos que abrangem questões referentes a conflitos incorporados às instituições de ensino básico, apresentando os conceitos aprendidos e desenvolvidos na academia; a dicotomia existente entre a teoria e prática e a autonomia do professor em sala de aula, além de outros elementos que caracterizam o percurso da profissão docente. Alguns destes inerentes a todo discente em licenciatura e que, em muitos casos, acaba desestimulando e minimiza o desejo em contorná-los. Como resultado, tem-se uma melhor compreensão das dificuldades encontradas pelo professorado, assim como a estimulação de novos olhares sobre as problemáticas a medida em que se apresenta uma postura mais reflexiva sobre as ações pedagógicas perante os educandos. O estágio, mesmo com a presença de alguns percalços, é sem dúvida, o passo crucial para o aluno que usufrui como primeira experiência, como para o aluno que já se contemplou com a vivência escolar; entretanto, não realizou uma análise mais aprofundada de suas ações, auxiliando tanto para a construção de sua prática docente como na sua formação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.