ESTADO DO CONHECIMENTO SOBRE A IDENTIDADE PROFISSIONAL DOCENTE NO ENSINO JURIDICO

Gilson Sales de Albuquerque Cunha

Resumo


A docência no ensino jurídico está marcada na atualidade pela ausência de formação didática-pedagógica para o bacharel-docente, bem como pelas mudanças no paradigma de docência no ensino superior ocorrida nas últimas décadas. Com a expansão do ensino jurídico desencadeou-se a preocupação com a formação docente, sobremodo o relatório do grupo de trabalho MEC/OAB (constituído pelas Portaria n. 3.381/MEC/2004 e Portaria n. 484/MEC/2005). A partir daquele momento institucionalizou-se a problemática do ensino jurídico no Brasil e, de modo subjacente, a problemática da formação de professores para o ensino jurídico. O presente “estado do conhecimento” ou “estado da arte” consiste no levantamento bibliográfico das pesquisas já efetivadas acerca da docência jurídica, constituindo um recorte histórico que permite a identificação e classificação das principais questões discutidas acerca do tema e dos critérios de delimitação desse tema, bem como a identificação das abordagens teóricas e metodológicas empregadas para a análise e dos referenciais teóricos. A metodologia empregada consiste na pesquisa bibliográfica e documental através do levantamento da produção acadêmica na pós-graduação nos cursos de Educação e de Direito, a partir do Banco Digital de Teses e Dissertações. Obtivemos o total de oitenta e duas obras referentes ao “Ensino Jurídico”, expressão tomada como descritor ou palavra-chave, juntamente com suas correlatas “Educação Jurídica” e “Ensino do Direito”, presente no título, no resumo ou no rol de palavras-chaves. Após o levantamento, para efeito de análise e refinamento dos dados obtidos, instituímos nove categorias para classificar e agrupar os títulos elencados e dessa forma proceder a análise.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.