O ESTÁGIO SUPERVISIONADO COMO UMA PRÁTICA DE APRENDIZADO NO PROCESSO DE FORMAÇÃO, E O USO DE RECURSOS PEDAGÓGICOS ALTERNATIVOS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS.

José Arthur da Silva Santos, Biânca Luiz dos Santos, Wagner Soares de Lima

Resumo


Estágio Supervisionado  são atividades que os alunos deverão realizar durante o seu curso de formação,  junto  ao  futuro  campo  de  trabalho,  tratando-se  de  Licenciatura,  o  objetivo  é prepará-los  para  o  exercício  do  magistério  em  determinada  área  de  ensino.  O  presente trabalho é um relato de experiência vivenciada  em estágio curricular  da formação docente em Química, da Universidade Federal de Alagoas - UFAL, transcorrido em uma turma de 6° Ano da  Escola  Estadual  30  de  Outubro  localizada  em  Arapiraca-AL.  A  bibliografia  revisada  de alguns  autores  como:  Perelló,  Freitas,  Pimenta  e  Brzezinski  subsidiaram  a  reflexão  sobre como  a  regência  pode  se  tornar  oportunidade  para  compreender  e  analisar  cada  passo  da prática pedagógica e dessa forma avaliar e identificar  os problemas, buscando assim soluções. Isso posto,  na busca por  uma educação transformadora,  uma inquietude surge:  a necessidade de  um redimensionamento  das  práticas  de  ensino-aprendizagem no espaço  escolar, entre as relações  professor-aluno-escola.  Para  o  contexto  observado,  esse  redimensionamento  foi instrumentalizado  por  uma  proposta  de  intervenção,  que  se  utilizou,  em  sala  de  aula,  de experimentos de baixo custo e da leitura de imagens como recursos didáticos para o ensino de Ciências.  Constatou-se  que  o  uso  de  ambos  quando  feito  de  forma  correta  pelo  professor, permite  ao  aluno,  uma  compreensão  mais  integrada  dos  conteúdos,  possibilitando  a construção de conhecimentos de forma mais significativo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.