A formação docente afrocentrada da UNILAB: o saber docente ancestral no ensino de didática nos países da integração

Rebeca de Alcântara e Silva Meijer

Resumo


Como integrante da comissão de elaboração do primeiro projeto político pedagógico do curso de pedagogia, respondi pela proposição da componente curricular Didática nos Países da Integração,  obrigatória para os cursos de licenciatura da UNILAB. Após alguns anos de experiência com o seu ensino, interessa-me fazer algumas reflexões sobre seu desenvolvimento, desafios e possibilidades no âmbito da perspectiva afrocêntrica do curso de pedagogia.  Em destaque abordo a concepção de saberes docents ancestrais que venho propondo, resultado da valorização dos saberes dos antepassados afro-brasileiros e africanos presentes na formação cultural dos discentes  de didática nos países da integração da Unilab

Palavras-chave


didática; ensino; UNILAB

Texto completo:

PDF

Referências


ASANTE, Molefi Kete. A Afrocentricidade: Notas sobre uma posição disciplinar. In: NASCIMENTO, E. L. Afrocetricidade: uma abordagem epistemológica inovadora. São Paulo: Selo negro, 2009. p. 93-127.

CANDAU, Vera Lúcia. A didática em questão. Editora Vozes: Petrópolis, 1994

FARIAS, Maria Sabino de (et al). Didática e Docência: aprendendo a profissão. Fortaleza: Líber Livro, 2008

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GAUTHIER, Clermont. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Unijuí, 1998.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

MAZAMA, Ama. A Afrocentricidade como um Novo Paradigma. In: NASCIMENTO, E. L. Afrocetricidade: uma abordagem epistemológica inovadora. São Paulo: Selo negro, 2009. p. 111-127.

MEIJER, Rebeca de A. S. A valorização da cosmovisão africana da escola: uma pesquisa-formação com professores piauiense. 2012 193 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza - Ce, 2012.

NASCIMENTO, Elisa Larkin. O Olhar afrocentrado: Introdução a uma abordagem polêmica. In: NASCIMENTO, E. L. Afrocetricidade: uma abordagem epistemológica inovadora. São Paulo: Selo negro, 2009. p. 181-2018

PETIT, Sandra. H. Pretagogia: Pertencimento, corpo-dança afroancestral e tradição oral africana na formação de professores e professoras. Fortaleza:Eduece, 2015.

PETIT, Sandra H.; SILVA, Geranilde Costa e. Pret@gogia: referencial teórico-metodológico para o ensino da História e Cultura Africana e dos Afrodescendentes. Fortaleza: UFC, 2011.

PIMENTA, Selma Garrido (org.) Saberes Pedagógicos e atividade docente. 1 ed. São Paulo: Cortez, 1999.

TARDIF, Maurice: O trabalho docente, a pedagogia e o ensino: interações humanas, tecnologias e dilemas. In: Cadernos de educação, Pelotas, Rio Grande do Sul, 10(16), p. 15-47, jan-jun.2001.

UNILAB. Projeto político pedagógico do curso de pedagogia. 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.28998/2175-6600.2019v11n23p598-611

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

_________________________________________________________________________________________________________________________

CONTATO:

E-mail: debatesemeducacao@gmail.com

Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Centro de Educação – CEDU
Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE
Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n - Tabuleiro do Martins
57072-900 - Maceió - AL, Brasil.
Telefone: +55 82 3214 1196
Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/

ISSN ELETRÔNICO: 2175-6600

DOI (Digital Object Identifier - Identificador de Objeto Digital)

Em 14 de dezembro de 2017, a Revista Debates em Educação passou a atribuir o DOI às suas publicações, padrão para identificação de documentos em redes digitais. 

Prefixo: 10.28998/2175-6600

QUALIS/CAPES (2013 - 2016):

– Ensino B1
– Interdisciplinar B4
– Letras / Linguística B4
– Psicologia B4
– Comunicação e Informação B4
– Sociologia B4
– Educação B5

PERIODICIDADE – QUADRIMESTRAL

De 2009 a 2016, a periodicidade da Revista Debates em Educação era semestral. A partir de 2017, a revista se tornou quadrimestral, de acordo com as datas abaixo:

– Primeiro quadrimestre: jan./abr. - limite para publicar a edição 30 abril.
– Segundo quadrimestre: maio/ago. - limite para publicar a edição 31 agosto.
– Terceiro quadrimestre: set./dez. - limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação foi contemplada com o Edital Fapeal Nº 5/2016 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos e com o Edital Fapeal Nº 9/2018 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação está indexada nas seguintes bases científicas.

 

. Open Journal Systems (OJS);

. Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES);

. Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (Latindex);

. Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (CLASE);

. Directory of Open Access Journals (DOAJ);

. Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IRESIE);

. Google Scholar;

. Clasificación Integrada de Revistas Científicas (CIRC);

. Periódicos de livre acesso (LivRe);

. Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Cientifico (REDIB);

. Sumários de Revistas Brasileiras (Sumários.org);

. Journals for Free (J4F);

. Information Matrix for the Analysis of Journals (MIAR);

. Directory of Research Journals Indexing (DRJI);

. Elektronische Zeitschriftenbibliothek (EZB);

. Bielefeld Academic Search Engine (BASE);

. World Catalog (WorldCat);

. Finna | Satakunta University of Applied Sciences Library.

 

             

_________________________________________________________________________________________________________________________

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.