Pensando sobre as TICs como recurso pedagógico: relato de uma experiência na educação física escolar

Marcos Vinícius Guimarães de Paula, João Henrique Suanno

Resumo


Esse trabalho discute o uso das TICs como instrumento pedagógico na escola, destacando suas contribuições para o processo de ensino, que acabam por potencializar a aprendizagem. Entende-se que as TICs encantam e despertam os educandos para aprender. O presente texto relata ainda uma experiência pedagógica, na qual foi elaborado um vídeo na disciplina de Educação Física com uma turma de 7º ano do ensino fundamental de uma escola da rede municipal de ensino da cidade de Anápolis-Goiás. Elenca-se que houve intensa participação dos alunos e também envolvimento de outros atores escolares como os professores de outras disciplinas. Com essa intervenção pedagógica foi possível compreender que as TICs movimentaram toda a escola e permitiram que os alunos fossem autores do processo de construção do conhecimento.


Palavras-chave


TICs. Experiência pedagógica. Educação Física.

Texto completo:

PDF

Referências


COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de Educação Física. SP: Cortez Autores Associados. 1992.

FREIRE, Paulo. Comunicação ou extensão. Paz e Terra, São Paulo, 1993.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra, São Paulo, 1996.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus professor, Adeus Professora? Novas tecnologias educacionais e profissão docente. 4.ed. – São Paulo: Cortez, 2000.

MIRANDA, Guilhermina Lobato. Limites e possibilidades das tic na educação. Sísifo revista de ciências da educação, 3, 2007. Pp. 41-50. Acesso em 20.01.19. Disponível em: .

MORAN, José Manuel. Vídeo na sala de aula. Revista Comunicação & Educação. São Paulo: ECA/USP: Moderna, n. 2, jan/abr, p. 27-35, 1995.

PRENSKY, Marc. Nativos digitais, imigrantes digitais. NCB university press, Vol. 9 No. 5, Outubro 2001.

RIBEIRO, Olzeni Costa; MORAES, Maria Cândida. Criatividade sob a perspectiva da complexidade e da transdisciplinaridade. In: MORAES, Maria Cândida; SUANNO, João Henrique. O pensar complexo na educação: sustentabilidade, transdisciplinaridade e criatividade. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2014.

ROCHA, Cleomar. Deslumbramentos e encantamentos: estratégias tecnológicas

das interfaces computacionais. Revista zona digital, Ano I, n.03. Acesso em 09.01.2019. Diponível em .

SANFELICE, Gustavo Roese; ARAUJO, Denise Castilhos de. Mídia e ação pedagógica: possibilidades de encontro. UNIrevista, Vol. 1, nº 3, julho de 2006.

SANTAELLA, Lucia. Da cultura das mídias à cibercultura: o advento do pós-

humano. Revista famecos, Porto Alegre, nº 22, dezembro 2003.

SILVA, Neisi Maria da Guia; PAULA, Marcos Vinícius Guimarães de. Escola e cibercultura: breve reflexão acerca do uso das tic’s como recurso pedagógico. Polyphonía, v. 23, n.1 jan. – jun. 2012 – Goiânia- Cepae/UFG.

TOSCHI, Mirza Seabra; RODRIGUES, Maria Emília de Castro. Infovias e educação. Educação e pesquisa, São Paulo, v.29, n.2, p. 313-326, jul./dez. 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.28998/2175-6600.2019v11n24p212-227

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

_________________________________________________________________________________________________________________________

CONTATO:

E-mail: debatesemeducacao@gmail.com

Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Centro de Educação – CEDU
Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE
Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n - Tabuleiro do Martins
57072-900 - Maceió - AL, Brasil.
Telefone: +55 82 3214 1196
Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/

ISSN ELETRÔNICO: 2175-6600

DOI (Digital Object Identifier - Identificador de Objeto Digital)

Em 14 de dezembro de 2017, a Revista Debates em Educação passou a atribuir o DOI às suas publicações, padrão para identificação de documentos em redes digitais. 

Prefixo: 10.28998/2175-6600

QUALIS/CAPES (2013 - 2016):

– Ensino B1
– Interdisciplinar B4
– Letras / Linguística B4
– Psicologia B4
– Comunicação e Informação B4
– Sociologia B4
– Educação B5

PERIODICIDADE – QUADRIMESTRAL

De 2009 a 2016, a periodicidade da Revista Debates em Educação era semestral. A partir de 2017, a revista se tornou quadrimestral, de acordo com as datas abaixo:

– Primeiro quadrimestre: jan./abr. - limite para publicar a edição 30 abril.
– Segundo quadrimestre: maio/ago. - limite para publicar a edição 31 agosto.
– Terceiro quadrimestre: set./dez. - limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação foi contemplada com o Edital Fapeal Nº 5/2016 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos e com o Edital Fapeal Nº 9/2018 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação está indexada nas seguintes bases científicas.

 

. Open Journal Systems (OJS);

. Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES);

. Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (Latindex);

. Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (CLASE);

. Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras (Diadorim);

. Directory of Open Access Journals (DOAJ);

. Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IRESIE);

. European Reference Index for the Humanities (ERIH);

. Google Scholar;

. Clasificación Integrada de Revistas Científicas (CIRC);

. Periódicos de livre acesso (LivRe);

. Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Cientifico (REDIB);

. Sumários de Revistas Brasileiras (Sumários.org);

. Journals for Free (J4F);

. Information Matrix for the Analysis of Journals (MIAR);

. Directory of Research Journals Indexing (DRJI);

. Elektronische Zeitschriftenbibliothek (EZB);

. Bielefeld Academic Search Engine (BASE);

. World Catalog (WorldCat);

. Finna | Satakunta University of Applied Sciences Library.

 

               

_________________________________________________________________________________________________________________________

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.