A SÍNDROME DE ASPERGER E A INCLUSÃO ESCOLAR EM CONTEXTOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID)

Marily Oliveira BARBOSA, Marcia Lúcia Nogueira de Lima BARROS, Neiza de Lourdes Frederico FUMES

Resumo


A educação inclusiva se constitui pelo apreço à diversidade como condição a ser valorizada e pela proposição de práticas pedagógicas diferenciadas e flexíveis. Este estudo tem por objetivo analisar a prática pedagógica, através da parceria colaborativa, de uma professora de Língua Portuguesa que possui uma estudante com síndrome de Asperger. Para tanto, utilizamos a pesquisa qualitativa com viés colaborativo, a partir de observações com apoio em diário de campo e sessão reflexiva. Os resultados apontaram que a parceria colaborativa elucidou modificações positivas na metodologia de ensino da professora, as aulas que outrora eram demasiadamente expositivas passaram a ter caráter participativo por todos os estudantes, bem como houve a utilização de materiais concretos e inovadores favorecendo o processo de aprendizagem dos estudantes. Consideramos assim a parceria realizada no decorrer da pesquisa possibilitou a professora repensar e redirecionar sua atividade trazendo modificações positivas para o ambiente escolar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.