AS DIFICULDADES PARA ATUAR COM ESTUDANTES COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS EM TURMAS REGULARES: um estudo exploratório no sertão alagoano

Noélia Rodrigues dos Santos

Resumo


Este estudo foi realizado com 13 professores que atuam na educação infantil e no ensino fundamental na rede pública de municípios da mesorregião do sertão alagoano e que tem estudantes com necessidades educativas especiais em suas turmas atuais. O objetivo foi compreender as dificuldades dos professores que atuam com estudantes com necessidades educativas especiais em salas regulares. A coleta de dados ocorreu em novembro de 2016 e os docentes se submeteram a aplicação de um questionário. Os resultados apontaram que 69% dos participantes tem dificuldades para atuar com estudantes com necessidades educativas especiais, sendo a falta de formação e a falta de recursos pedagógicos as duas principais dificuldades. É necessário refletir sobre como nossos estudantes com necessidades educativas se mantêm nas escolas, a pesquisa nos mostrou que é urgente o investimento na escola para reestruturar suas condições físicas e pedagógicas e qualificar o corpo docente para melhorar a qualidade do ensino para todos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.