A OBSERVAÇÃO PARTICIPANTE DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO: o processo de alfabetização de um aluno surdo

Aline Jaislane de Souza Tavares

Resumo


Este artigo trata-se de um relato de experiência a partir do estágio não obrigatório proporcionado pela Secretaria Municipal de Educação de Maceió (SEMED). O estágio ocorreu em uma Escola Municipal, localizada no bairro da Santa Lúcia na cidade de Maceió, no turno noturno, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos – EJA, o mesmo foi de um período de dez meses, de setembro de 2016 a julho de 2017. O objetivo deste trabalho é relatar como se desenvolveu a aplicação de atividades, para com um aluno surdo, por meio da estagiária, esta estudante do sétimo período de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Respaldou-se nos conhecimentos de Campello (2007) para a elaboração deste estudo, onde a metodologia adotada para com o estudante foi a semiótica imagética. Após a observação participante concluiu-se que o estágio não obrigatório foi de grande relevância na formação em Pedagogia da discente, além de deparar-se com a importância de um profissional no acompanhamento de alunos surdos no seu processo de aprendizagem, no ensino da Língua Brasileira de Sinais e da Língua Portuguesa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.