DIÁLOGO COM O SENTIDO DA EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA: LIMITES E POSSIBILIDADES

Rachel Freire Torrez de Souza

Resumo


O presente artigo apresenta reflexões críticas no campo do currículo e da prática docente em geografia, inserindo-as numa discussão sobre os limites da significação do conhecimento escolar e as possibilidades de (des)construção dos sentidos da aprendizagemensino a partir da experiência. Visamos repensar a significação do conhecimento a partir de outras experiências de formação, potencializadoras de novos olhares epistêmicos sobre o currículo, o sujeito, o conhecimento e a linguagem geográfica desde a experiência.

Palavras-chave


Prática Curricular, Educação Geográfica, Experiência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


I Colóquio Internacional de Educação Geográfica e  IV Seminário Ensinar Geografia na Contemporaneidade

Universidade Federal de Alagoas - Maceió/AL, 12 a 14 de março de 2018