O ESTUDO DO URBANO A PARTIR DE MAPAS MENTAIS: CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA REALIZADA COM ESTUDANTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE MACAPÁ – AP

Rafael da Silva Nunes

Resumo


O presente artigo se insere nos debates sobre práticas, linguagens e formas de representação espacial no ensino de Geografia. Retrata uma experiência realizada com alunos e alunas de uma escola pública de Macapá- Amapá, em que mapas mentais foram produzidos pelos estudantes como forma de representação, e posterior análise, do ponto vista crítico, do espaço urbano na cidade de Macapá. O objetivo principal do estudo foi testar e demonstrar que os mapas mentais podem ser uma estratégia interessante para problematizar e potencializar os estudos sobre a urbanização macapaense no ambiente escolar.

Palavras-chave


URBANO, MAPAS MENTAIS, ENSINO DE GEOGRAFIA.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


I Colóquio Internacional de Educação Geográfica e  IV Seminário Ensinar Geografia na Contemporaneidade

Universidade Federal de Alagoas - Maceió/AL, 12 a 14 de março de 2018