Grau de escolaridade e ocupação de produtores em assentamentos do município de Maragogi-AL

Davi Francisco da Silva, Isabella dos Santos Pereira, Elton Lima Santos, Misleni Ricarte de Lima, Pedro Henrique de Melo Garcia, Marcelo José de Melo, Afonso Marinho Espindola Filho

Resumo


Os assentamentos caracterizam-se por serem oriundos de uma luta por terra resultante de movimentos sociais, apresentando um importante papel na agricultura gerando renda e ocupação no campo, favorecendo a oferta de alimentos mais saudáveis ao consumidor final. O trabalho teve como objetivo traçar o grau de escolaridade e ocupação de produtores rurais em assentamentos do município de Maragogi-AL. Para a obtenção dos dados necessários, realizou-se levantamentos bibliográficos, obtenção de dados secundários, visita e observações de campo e, por último, a realização de entrevistas junto aos assentados utilizando um questionário roteiro. O trabalho obteve informações que demonstram o baixo grau de escolaridade dos assentados e a ocupação predominantemente de produtor rural.

Texto completo:

Arquivo Completo

Referências


IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2006.

INCRA-PRA. Plano de recuperação dos assentamentos, 2003.

FARID. J. Agricultor tem baixo nível de escolaridade, aponta IBGE, 2009. Disponível em:. Acesso em: 03 de mar. 2017.

DELGADO. G. C. Condições para o desenvolvimento dos projetos de assentamentos: alguns aspectos econômicos. In: Reforma Agrária. São Paulo; ABRA vol.32, n. 2, p. 119-123 jul/dez, 2007.

BUTTO, A.; LOPES, A. Mulheres na reforma agrária a experiência recente no Brasil/ -Brasília: MDA. 2010. 240 p. 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Davi Francisco da Silva, Isabella dos Santos Pereira, Elton Lima Santos, Misleni Ricarte de Lima, Pedro Henrique de Melo Garcia, Marcelo José de Melo, Afonso Marinho Espindola Filho