Uso de Biossólido como alternativa na agricultura

Raí Rebouças Cavalcante

Resumo


Paralelamente ao desenvolvimento de centros urbanos ou agrovilas, ocorre à geração de grande quantidade de resíduos orgânicos, como exemplo o esgoto, podendo impactar negativamente o meio, quando sua destinação é ineficiente, como contaminação de lençol freático e solo. Uma alternativa é emprego destes materiais como adubo orgânico, pois, podem provocar alterações aos atributos químicos e físicos do solo. Objetivou-se avaliar os efeitos da aplicação de biossólido isolada e/ou combinada com ureia na cultura do Sorghum bicolor. O experimento foi conduzido em casa de vegetação do Departamento de Fitotecnia na Universidade Federal do Ceará - UFC, em Fortaleza, CE. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, com 5 tratamentos T1 (100% biossólido); T2 (75% biossólido e 25% ureia); T3 (50% biossólido e 50% ureia); T4 (25% biossólido e 75% ureia); T5 (100% ureia) e 6 repetições, totalizando 30 parcelas experimentais. Foram avaliados altura (H), diâmetro do coleto (DC), produtividade, peso de 100 grãos, produção de matéria seca da parte aérea (MSPA)  e o nitrogênio  total. Não houve variância nos tratamentos nas variáveis DC e peso de 100 grãos. Os tratamentos que obtiveram os melhores resultados foram T3, T4 e T5.

Texto completo:

Arquivo Completo

Referências


Barros, I. T.; Andreoli, c. V.; Junior, I. G. S.; Costa,

A. C. S. Rev. bras. eng. agríc. ambient., Campina Grande , 2011, v. 15, n. 6, p. 630-638,

Bettiol, W; Camargo, O. A. Lodo de esgoto: impactos ambientais na agricultura. Embrapa meio ambiente. Jaguariúna, 2006, p.25-35.

Empresa Brasileira De Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. 2. ed. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica; Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2006. 306 p.

Figueiredo, I. C. M. et al. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 2005, v.9, Suplemento.

Kocssis, M.A.; Maria, I.C.D. In Anais do 6º Congresso Brasileiro de Geógrafos, Goiânia, 2004, p. 262.

Malavolta, E. Manual de nutrição mineral de plantas. São Paulo: Ceres, 638p. 2006.

Malavolta, E. Manual de química agrícola: adubos e adubação. 3. ed. São Paulo: Agronômica Ceres, 594 p. 1981.

Melo, W. J.; Marques, M. O. Impacto ambiental do uso agrícola do lodo de esgoto. Jaguariúna: EMBRAPA Meio Ambiente, 2000. 312p.

Nogueira, A. R. A.; Souza, G. B. Manual de Laboratórios: Solo, Água, Nutrição Vegetal, Nutrição Animal e Alimentos. São Carlos: Embrapa Pecuária Sudeste, 2005, 313p.

Nogueira, T. A. R.; Sampaio, R. A.; Ferreira, C. S.; Fonseca, I. M. Revista de Biologia e Ciências da Terra, 2006, v.6, p.122-131.

Pedroza, J. P.; Haandel, A.C.; Beltrão, N. E. M.; Dionísio, J. A. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 2003, v.7, p.483-488.

Silva, J. D.; resck, D. V. S.; Sharma, R. D. R. Bras. Ci. Solos, 2001, v.26, n. 2, p. 497-503.

Silva, P. H. M.; Poggiani, F. Vicente, F. A.; Melo,

S. R. M.; Brito, J. O. Ciência Florestal, 2012, v. 22, n. 4, p. 821-831.

VANZETTO, A. S. Dissertação de Mestrado, Universidade de Brasília, DF, Brasília, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Raí Rebouças Cavalcante