RELATO DE EXPERIÊNCIA: PROJETO DE EXTENSÃO COM MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS (MIP) NO MUNÍCIPIO DE VITÓRIA E DE CHÃ GRANDE-PE

Timóteo Angelo Nasciment

Resumo


Mesclando técnicas e saberes, o MIP possibilita ao profissional da área uma maior autonomia na hora da tomada de decisão baseado nos níveis de população e dando que o inseto esteja causando em sua produção, apesar de que o MIP trabalha dando maior importância à prevenção, pois esse é o melhor método de controle. Devido à importância ambiental que esse programa representa, foi elaborado no ano de 2015 um projeto acadêmico de extensão que comtemplava a cidade de Chã Grande, que vem se consolidando como o novo cinturão verde de Pernambuco, pois se destaca na produção de hortaliças e carece, logicamente, de uma assistência técnica que aprimorar a qualidade de seus produtos tendo uma alternativa ao uso de agrotóxicos.  A importância desse trabalho foi reconhecida e no ano seguinte a proposta foi implantada a pedidos de agricultores, no município de Vitória de Santo Antão. A experiência foi bastante proveitosa para formação profissional dos envolvidos, e a continuação do projeto em outros lugares é validada, pois apresentou nas experiências passadas resultados incontestáveis.

Texto completo:

Arquivo Completo

Referências


TORRES, J. BRAS. Manejo de Pragas das Plantas Cultivadas - Ênfase Nordeste, Recife. UFRPE. 2006.


Apontamentos





Direitos autorais 2017 Timóteo Angelo Nasciment