PRODUÇÃO AGROECOLOGICA ASSOCIADO A SISTEMA AGROFLORESTAL NO ASSENTAMENTO CRISTINA ALVES EM ITAPECURU MIRIM- MA

Letícia Miledy dos Santos Silveira

Resumo


O Projeto de Produção Agroecológica surge da demanda que a comunidade camponesa do Assentamento Reforma Agrária Cristina Alves realizou a universidade, através do Núcleo de Estudo da Questão Agrária Brasileira - NEQAB/UEMA, por políticas de inserção de práticas e tecnologias sociais para a promoção do desenvolvimento produtivo a partir dos princípios da soberania alimentar. Seguindo a perspectiva de estreitamento dos laços entre comunidade acadêmica e os camponeses por práticas que propiciem resultados a fim de resolver problemas postos como ampliar e diversificar os campos de pesquisa e extensão universitária. A proposta foi realizar em um Sistema Agroflorestal – SAF existente o enriquecimento com inserção de novas espécies vegetais no agroecossistema, além de transferir tecnologias agroecológicas para a produção agrícola do Assentamento. Através de ações de extensão norteadas por princípios metodológicos participativos e transversais de cunho agroecológico, a equipe realizou ações para atender as demandas da comunidade com intuito de qualificar o SAF existente no Assentamento Cristina Alves, sendo estas: cursos teóricos e práticos de capacitação junto à comunidade; produção de mudas em viveiro; preparação de biofertilizantes; fabricação de compostagem; oficina de produção de mudas nativas. Desta forma, as atividades desenvolvidas nos assentamentos alcançaram metas como, manter a diversificação de espécies arbóreas, lenhosas e frutíferas assim como aumentar a renda dos assentados; mobilizar os jovens a conduzir as práticas de manutenção do SAF, evitando que os jovens fiquem com tempos ociosos e sujeitos a outras ocupações que não agreguem valor às suas condutas; envolvimento de estudantes universitários, movimentos sociais e entidades estudantis, num trabalho capaz de conscientizar e perpetuar princípios e técnicas agroecológicas associadas ao SAF para a sustentabilidade do agroecossistema.

Palavras-chave: Desenvolvimento Social; Soberania Alimentar; Comunidade Camponesa; Sustentabilidade


Texto completo:

PDF

Referências


ABDO, M. T. V.N. 2008. Visita técnica a SAFs com eucalipto e palmeiras, propriedade particular em São Francisco Xavier. Relatório. São Paulo, 2008.

CANUTO, J.C.; NOBRE, H.G.; FRANCO, V.F.; SOUSA, T.J.M.; JUNQUEIRA, A.C.; PEREIRA, E.D. Construção Participativa de SAFs em Assentamentos, UFS-Embrapa São Paulo, 2008.

CAMARGO, R.A.L.; FILHO, L.O.R.; GULLA, M. V.; FIGUEIREDO, D. S.; SOUZA, J. P. G. T. Os caminhos da Agroecologia e dos sistemas Agroflorestais no Assentamento Sepé Tiarajú, 2012 – 2014, Serrana/SP.

MELO, A.T.M.; SILVA, A.R.; MOURA, A.S.; CARMO, I.D.J.S.; SILVA, J.M.S. A Implantação de um Sistema Agroflorestal no Assentamento Benedito Alves Bandeira, Acará/PA 2015-2015, IX Congresso Brasileiro de Agroecologia.

RODRIGUES, E.V.; MOSCOGLIATO, A.V.; NOGUEIRA, A.C. Veveiros “Agroflorestais” em Assentamentos de Reforma Agrária como Instrumento de Recuperação Ambiental: Um Estudo de caso no Pontal do Paranapanema, Cad. biodivers. v. 4, n.2, dez. 2014.

SILVA, Micael Alexandre Caetano da. Fatores de sustentabilidade em energias renováveis. Área Departamental de Engenharia Mecânica. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. (Trabalho final de mestrado para obtenção de grau de mestre em 2012).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Letícia Miledy dos Santos Silveira