EXPERIÊNCIA DE PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE HORTALIÇAS AGROECOLÓGICAS NO ASSENTAMENTO VILA SANTA LUCIA (GOVERNADOR NEWTON BELLO-MA)

JEFFERSON FONTINELE BORRALHO

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido em Governador Newton Bello, especificamente no Assentamento do Estado Vila Santa Lucia, iniciado com a ocupação no dia 28 de agosto de 1993, após intenso processo de luta por parte das famílias vinculadas à organicidade do Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra – MST. Com o intuito de reduzir a forte exclusão social que se vivencia no contexto rural maranhense, surge o Programa Mais Extensão, beneficiando 54 famílias loteadas numa área de 454,98 hectares divididas em parcelas individuais e que mantem uma área central de produção coletiva, local definido para ações de extensão norteadas por princípios metodológicos participativos e transversais junto à comunidade. O período de Observação Participante, resultou diálogos informais, participação em reuniões do Setor de Produção e Assembleia Geral, assim houve planejamento de atividades ao longo dos 19 meses de vigência do projeto. A Equipe pode vivenciar como se estabelecem as relações sociais no campo, a questão de gênero, o debate sobre a permanência da juventude no campo, a compreensão sobre a organicidade do MST e o avanço do processo de transição agroecológica.


Texto completo:

PDF

Referências


MOVIMENTO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS RURAIS SEM TERRA – MST. Nossa História. 2018 . Acesso em 30 mar. 2018.

BORGES, Juliano Luis. MST: do produtivismo a Agroecologia. São Paulo; Goiânia: Terceira Margem, 2010. 175 p.

FERNANDES, B. M. Formação e territorialização do MST no Brasil. In: CARTER, M. Desigualdade social, democracia e Reforma Agrária no Brasil. In: Combatendo a desigualdade

social: o MST e a Reforma Agrária no Brasil. CARTER, Miguel (org.). São Paulo: UNESP, 2010. p. 161 – 198.

GUZMÁN CASADO, F; SEVILLA GUZMAN, E. Diseño de métodos de desarrollo endógeno: el caso de Pegalajar. In GUZMÁN CASADO, G; GONZALES DE MOLINA, M; SEVILLA GUZMÁN,

M. Introducción a la agroecología como desarrollo rural sostenible. España: Mundi-Prensa, 2000. p. 465-484.

SEVILLA GUZMÁN, E. Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável. Em: Agroecologia: princípios e técnicas para uma agricultura orgânica sustentável. Brasília, DF: Embrapa, 2005. 517 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 JEFFERSON FONTINELE BORRALHO