Qualidade fisiológica de sementes de milho crioulo proveniente de diferentes localidades

Natália Marinho Silva Crisóstomo, Emanuelle Almeida da Costa, Carlos Luiz da Silva, Thaíse dos Santos Berto, Marcus Gabriel de Carvalho Ramos

Resumo


O trabalho teve como objetivo caracterizar a qualidade fisiológica de sementes de variedades crioulas de milho, cultivadas nos municípios de São João-PE, Caruaru-PE, Lajedo-PE, Caetés-PE e União dos Palmares-AL. As sementes foram doadas por agricultores familiares das respectivas cidades. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Propagação de Plantas pertencente ao Centro de Ciências Agrárias (CECA), Campus Delza Gitaí, da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).  Os parâmetros avaliados foram: teor de água (TA), peso de mil sementes (PMS), primeira contagem de emergência (PCE), emergência (EMER) de plântulas, índice de velocidade de emergência (IVE), comprimento da parte aérea (PA) e raiz e massa seca (MS) de plântulas. A variedade proveniente do município de São João-PE apresentou maior potencial fisiológico (emergência e vigor) em relação às demais variedades estudadas.

Palavras-chave


Agricultura familiar, Zea mays L., produção, germinação, vigor

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, C. J. B.; VON PINHO, R.G.; BORGES, I.D.; SOUZA FILHO, A.X.; FIORINI, I.V.A. Desempenho de híbridos experimentais e comerciais de milho para produção de milho verde. Ciência e Agrotecnologia, v. 32, n.3, p. 768-775, 2008.

ANDRADE, M. J. B. et al. Avaliação de sistemas de consórcio de feijão com milho-pipoca. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 25, n. 2, p. 242-250, 2001.

ARAÚJO, P.M.; NASS, L.L. Caracterização e avaliação de populações de milho crioulo. Scientia Agrícola, v.59, n.3, p.589-593, 2002.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para Análise de Sementes. Brasília: MAPA/ACS, 2009. 399p.

CARVALHO, N. M.; NAKAGAWA, J. Sementes: ciência, tecnologia e produção. 5.ed. Jaboticabal: FUNEP, 2012. 590p.

FEDERAÇÃO DAS INDUSTRIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO. Boletim informativo Safra mundial de milho. São Paulo: 2018.

FERREIRA, D. F. Sisvar: um sistema computacional de análise estatística. Ciênc. agrotec. [online]. 2011, vol.35, n.6, pp.1039-1042.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination-aid selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, Madison, v.2, p.176-177, 1962.

PATERNIANI, E. et al. O valor dos recursos genéticos de milho para o Brasil: uma abordagem histórica da utilização do germoplasma. In: UDRY, C.W.; DUARTE, W. (Org.). Uma história brasileira do milho: o valor dos recursos genéticos. Brasília: Paralelo 15, 2000. p.11-41.

RAMOS, N.P.; FLOR, E.P.; MENDONÇA, E.A. F.; MINAMI, K. Envelhecimento acelerado em sementes de rúcula (Eruca sativa L.). Revista Brasileira de Sementes, v.26, n.1, p.98-103, 2004.

SILVEIRA, D.C.; BONETTI, L.P.; TRAGNAGO, J.L.; NETO, N.; MONTEIRO, V. Caracterização agromofológica de variedades de milho crioulo (Zea mays L.) na região noroeste do Rio Grande do Sul. Ciência e Tecnologia, v.1, n.1, p 01-11, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Natália Marinho Silva Crisóstomo, Emanuelle Almeida da Costa, Carlos Luiz da Silva, Thaíse dos Santos Berto, Marcus Gabriel de Carvalho Ramos