O modo de vida e a cultura campesina no povoado Serrote Grande, Craíbas/AL

Lívia Thaysa Santos de Albuquerque Gama, Cirlene Jeane Santos E Santos

Resumo


O trabalho aqui apresentado pretende discutir sobre o campesinato como modo de vida e cultura do Povoado Serrote Grande Craíbas, Alagoas. Assim serão elencadas discussões teóricas sobre as características que definem esta comunidade campesina. Objetivou-se por meio deste trabalho analisar a organização do espaço rural do povoado; apresentar o campesinato como modo de vida e cultura; promover a reflexão dos desafios que enfrenta o camponês frente ao capitalismo. Os procedimentos metodológicos utilizados foram: revisão bibliográfica, visita técnica exploratória, pesquisa de campo, com a aplicação de questionário, realização de entrevistas e construção de acervo iconográfico. Como resultados, obteve-se a caracterização da comunidade campesina do Povoado Serrote Grande, em sua organização social, modo de vida e produção agrícola.


Palavras-chave


campesinato, tradição, trabalho, resistência

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVAY, Ricardo. Paradigmas do capitalismo agrário em questão. Ed. Hucitec. 2 ed. São Paulo. Campinas, 1998.

BOMBARDI, Larissa Mies. O Bairro reforma agrária e o processo de

territorialização camponesa. São Paulo: Annablume, 2004.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de. Modo de Produção Capitalista,

Agricultura e Reforma Agrária. São Paulo: Labur Edições, 2007.

SANTOS, José Vicente Tavares. Colonos do Vinho. Hucitec, São Paulo, 1978.

ROSA, Wagner José. O campesinato como modo de vida. In. Revista Trilhas da História. Três lagoas, v. 1, n. 2 Jan-Jun. 2012. p. 98-107.

SILVA, Arlete Mendes da; INÁCIO, Jaqueline Barros. Modo de vida camponês na contemporaneidade. In: XXI Encontro Nacional de Geografia Agrária. UFU. 2012.

.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Lívia Thaysa Santos de Albuquerque Gama, Cirlene Jeane Santos E Santos