CROMATOGRAFIA DE PFEIFFER COMO INDICADORA AGROECOLÓGICA DA QUALIDADE DO SOLO EM AGROECOSSISTEMAS

David Marx Antunes de Melo, Eduarda Fernandes dos Reis, Thiago do Nascimento Coaracy, Wedson Aleff Oliveira da Silva, Alexandre Eduardo Araújo

Resumo


A Cromatografia de Pfeiffer (CP) é uma tecnologia acessiva e de baixo custo utilizada para a avalição da saúde integral do solo. O objeto foi avaliar o uso da Cromatografia de Pfeiffer como indicadora da qualidade dos solos de agroecossistemas e da Mata. Foi realizado no município de Solânea-PB, em três agroecossistemas e na Mata. Foram coletadas em campo quatro amostras composta por solos de 0 à 20 cm e levadas ao laboratório de Agroecologia (ASDA) da (UFPB) para realização da prática da CP. Para a análise das Cromatografias, foram utilizadas categorias qualitativas visuais observando suas zonas expressas através de semáforos com cores distintas e legendas. Também foi realizada a análise de fertilidade no laboratório de solos (UFPB) da matéria orgânica (MOS). Os resultados indicam que houve diferenças de qualidade entre os solos dos agroecossistemas, sendo classificados na categoria suficiente com os semáforos apontando cor predominantemente e índices desejáveis na análise da matéria orgânica. Somente a floresta obteve categoria excelente, obtendo todos os semáforos verdes e maior teor de MOS. Apenas o agroecossistema II logrou um semáforo verde e dois amarelos por estar no processo de transição há mais tempo pois, o agroecossistema I logrou todos os semáforos amarelos e o agroecossistema III alcançou dois semáforos amarelos e um vermelho.  Conclui-se que a CP é uma técnica que pode ser utilizada para avaliação qualitativa do solo tanto de ecossistemas naturais quanto agroecossistemas, sendo de simples manuseio técnico e baixo custo, mostrando-se como uma alternativa à avaliação de solos por agricultores.


Palavras-chave


agroecologia, fertilidade, saúde do solo.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, A. S. F. de; MONTEIRO, R. T. R.. Indicadores biológicos de qualidade do solo. Bioscience Journal. Uberlândia, p. 66-75. set. 2007.

ABAD, F. J. S.. Evaluación cualitativa mediante cromatografía, de la fertilidad de cinco suelos con diferentes manejos orgánicos y convencionales. 2014. 175 f. TCC (Graduação) - Curso de Carrera de Ingeniería Agronómica, Ciência Agropecuária, Universidad de Cuenca, Equador, 2014.

AMADO, T.J.C.; CONCEIÇÃO, P.C.; BAYER, C. & ELTZ, F.L.F. Qualidade do solo avaliada pelo Soil quality kit teste em dois experimentos de longa duração no Rio Grande do Sul. R. Bras. Ci. Solo, 31: 109-121, 2007.

BALOTA, E. L.: Manejo e qualidade biológica do solo. Edição revisada, Londrina: Midiograf, 2018. 280 p.

BHADAURIA, T; SAXENA, K. G.: Role of earthworms in soil fertility maintenance through the production of biogenc strutures. Applied and Environmental Soil Science, v. 2010, article ID 816073, 2010. DOI: 10.1155/2010/816073.

DONAGEMA, G. K.; CAMPOS, D. V. B. de; CALDERANO, S. B.; TEIXEIRA, W. G.; VIANA, J. H. M. (Org.). Manual de métodos de análise de solos. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2011. (Embrapa Solos. Documentos, 132).

FOLLADOR, B. Portraying Soils and Compost: Color, Form, and Pattern. In Context 34, Nature Institute, 2015.

LAMBAIS, M. R.; CURY, C. J.; MALUCHE-BARETTA, C. R.; BÜLL, R. C. Diversidade microbiana nos solos: definindo novos paradigmas. Tópicos em Ciência do Solos, Viçosa, V. 4, p.43-84, 2005.

MANUAL DE MÉTODOS DE ANÁLISE DE SOLO. Rio de Janeiro: Embrapa, dezembro. 2011.

MELO, D. M. A.; MIRANDA, A. A. C. ; RODRIGUES, G. T. ; SOUZA FILHO, M. R. ; ARAUJO, R. C. . Caracterização qualitativa dos solos através de cromatografia de Pfeiffer no Cariri paraibano. In: I Workshop Sobre Biologia Dos Solos da Caatinga (WBSC), v. 1. Areia-PB. 2018.

MIRANDA, A. A. C.; SALLA, L. M. X.; ARAÚJO, A.E.: Uso da Cromatografia de Pfeiffer como indicador de qualidade do solo: monitoramento do manejo agroecológico da UR-MECA/UFPB. Cadernos de Agroecologia – ISSN 2236-7934 – Anais do VI CLAA, X CBA e V SEMDF – Vol. 13, N° 1, Jul. 2018.

MIRANDA, A. A. C.; SALLA, L. M. X.; BARBOSA, A. S.: Cromatografia de Pfeiffer para monitorar a qualidade dos solos em diferentes formas uso no município de bananeiras-PB. Anais do III Encontro de extensão, pesquisa e inovação em Agroecologia (III-EEPIEA). Vol. 1 – ISSN: 2594-553X. Picuí, PB - 2017.

NIERO, L. A. C.; DECHEN, S. C. F.; COELHO, R. M. ; MARIA, I. C. Avaliações visuais como índice de qualidade do solo e sua validação por análises físicas e químicas em um latossolo vermelho distroférrico com usos e manejos distintos. R. Bras. Ci. Solo, 34:1271-1282, 2010.

NOVAES, W. O. F.; DINIZ, M. A. N.; SANTOS, D. G. dos; MEIDEIROS, M. G.: Estudo da cromatografia de Pfeiffer como alternativa agroecológica para análise de solos. Cadernos de Agroecologia – ISSN 2236-7934 – Anais do VI CLAA, X CBA e V SEMDF – Vol. 13, N° 1, Jul. 2018.

PELLEGRINI, P. A. Políticas en agrobiotecnología: enfoques desde la utilidad o desde la apropiación del conocimiento. In: CONGRESO NACIONAL E INTERNACIONAL DE AGROBIOTECNOLOGÍA, PROPIEDAD INTELECTUAL Y POLÍTICAS PÚBLICAS, 4., 2013. Disponível em:. Acesso em: 23 ago. 2017.

PFEIFFER, E. E. Chromatography Applied to Quality Testing. Alemanha: Biodynamic Literatura, 1984.

PILON, L. C.; REICHERT, J. M.; JACQUES, R. J. S.; SILVA, I. C. L. da. Cromatografia de Pfeiffer: desenvolvimento de padrões brasileiros de uma metodologia para sistemas de agricultura orgânica. In: CONGRESSO LATINOAMERICANO DE LA CIÊNCIA DEL SUELO, 20. 2014, Cusco. Anais... Cusco, Perú, 2014.

PILON, L. C.; CARDOSO, J. H.; MEDEIROS, F. S. Guia Prático de Cromatografia de Pfeiffer. Embrapa Clima Temperado. DOCUMENTOS 455. 2018. Pelotas, RS.

PINHEIRO, S.. Saúde do Solo: Biopoder camponês versus agronegócio. Rio Grande do Sul: Salles Editora, 2015. 224 p.

PRIMAVESI, Ana. Manual do solo vivo. São Paulo: Expressão Popular, 2016.

RIVERA, J. R.; PINHEIRO, S. Cromatografía: imágenes de vida y destruccíon del suelo. Cali: Feriva, 2011. 252 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Craibeiras de Agroecologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.