CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE GLEISSOLO DE VÁRZEA DA REGIÃO DO BAIXO TOCANTINS, PA

Marcelo Rodrigues Lopes, Adria Vitória Monteiro Nogueira, Billen Marques Lopes, Benedito Henrique Monteiro Xavier, Nivea Carolina De Oliveira Coelho, Elidineia Lima de Oliveira Mata, Elessandra Laura Nogueira Lopes

Resumo


O manejo sustentável nas áreas de várzea do Baixo Tocantins no Estado do Pará depende de conhecimentos mais aprofundados dos fenômenos químicos e físicos existentes nesse agroecossistema, visando um maior aproveitamento pelo ribeirinho das atividades extrativistas. Objetivou-se por meio deste trabalho caracterizar a camada superficial do solo presente na várzea do rio Tocantins, com base nos atributos físicos e químicos. Foram coletadas amostras na camada de 0-20 cm do solo e estas foram enviadas para análise no laboratório da Embrapa Amazônia Oriental buscando-se caracterizar o solo de acordo com seus atributos químicos e físicos. Com base na análise granulométrica, este solo foi classificado como franco-siltoso devido aos elevados teores de silte na camada analisada, com relação aos atributos químicos para a classe de solo em estudo, foram verificados bons valores de P, Ca2+, Mg2+ e Al3+ e valores baixos de K+ e Na+. A pouca presença da fração argila na camada superficial pode indicar uma diminuição na possibilidade de retenção de cátions e a boa predominância de bases e uma baixa saturação por alumínio influenciam bastante para este solo possuir boas condições de fertilidade.


Palavras-chave


granulométrica, silte, fertilidade, Cametá

Texto completo:

PDF

Referências


CURI, N.; RESENDE, M.; SANTANA, D. P. Solos de várzea de Minas Gerais. Informe Agropecuário, Belo Horizonte, v. 13, n. 152, p. 3-10, 1988.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. 2.ed. Rio de Janeiro, Embrapa Solos, 2006.

GUIMARÃES, S.T; LIMA, H.N; TEIXEIRA, W.G; JUNIOR, A.F.N; SILVA, F.W.R; MACEDO, R.S; SOUZA, K.W. de. Caracterização e classificação de Gleissolos da várzea do rio Solimões (Manacapuru e Iranduba), Amazonas, Brasil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, Vol. 37, n. 2, p. 317-326, 2013.

LIMA, H.N. Gênese, química, mineralogia e micromorfologia de solos da Amazônia Ocidental. 176p. (Tese de Doutorado), Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 2001.

LOPES, E.L.N; FERNANDES, A.R; GRIMALDI, C; RUIVO, M.L.P; RODRIGUES, T.E; SARRAZIN, M. Características químicas de um Gleissolo sob diferentes sistemas de uso, nas margens do rio Guamá, Belém, Pará. Boletim Museu Paraense Emílio Goeldi: Ciências Naturais, Belém v. 1, n. 1, p. 127-137, 2006.

MATTAR, R.M.V.C; VIEIRA, L.S; SILVA, G.R da. Efeito da inundação sobre pH e a disponibilidade de fósforo, sódio, ferro e manganês em um gley pouco húmico coletado na várzea do rio Guamá, Belém (PA). Revista de Ciências Agrárias, Belém, n. 37, p. 113-121, 2002.

RIBEIRO, R.N.S; SANTANA, A.C de; TOURINHO, M.M. Análise Exploratória da Socioeconomia de Sistemas Agroflorestais em Várzea Flúvio-Marinha, Cametá-Pará, Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural [online], Rio de Janeiro, vol. 42, n. 1, p. 133-152, 2004.

RODRIGUES, T.E. Solos da Amazônia. In: ALVAREZ V., V.H.; FONTES, L.E.F. & FONTES, M.P.F.,eds. O solo nos grandes domínios morfoclimáticos do Brasil e o desenvolvimento sustentado. SBCS/UFV/ BDPS, Viçosa, MG, p.19-60, 1996.

SANTOS, P.L. dos; RODRIGUES, T.E.; OLIVEIRA JÚNIOR, R.C. de; SILVA, J.M.L. da; VALENTE, M.A.; CARDOSO JÚNIOR, E.Q. Levantamento de reconhecimento de alta intensidade dos solos do município de Cametá Estado do Pará. Embrapa Amazônia Oriental, Belém, Documentos. 23, p. 41, 1999.

SILVA, L.G.T; SILVA, B.N.R. da; RODRIGUES, T.E. Análise fisiográfica das várzeas do Baixo Tocantins: uma contribuição ao manejo e desenvolvimento dos sistemas de uso da terra. Embrapa Amazônia Oriental, Belém, Documentos. 149, p. 34, 2002.

TOMÉ JÚNIOR, J.B. Manual para interpretação de análise de solo. Guaíba, Agropecuária, 247p. 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Revista Craibeiras de Agroecologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.