AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS DO EVENTO EL NIÑO SOBRE A VEGETAÇÃO DO MUNICÍPIO DE PATOS-PB

Nabor Figueirêdo Neto

Resumo


O geoprocessamento a partir de imagens de satélites permite obter dados relativos aos
danos causados por influências naturais e/ou antrópicas. Este trabalho teve como objetivo
avaliar os impactos causados pelo evento El Niño em suas últimas três ocorrências sobre
índice de vegetação do município de Patos (PB). As imagens utilizadas foram obtidas por
meio dos satélites LANDSAT-5 e LANDSAT-8 e processadas através do software
Quantum GIS® para a delimitação dos índices de cobertura do solo: Vegetação densa,
semidensa, vegetação rala e solo exposto. Conclui-se que o ano de 2016 apresentou os
melhores índices de vegetação independente do El Niño recorrente ter sido classificado
como muito forte.

Texto completo:

PDF

Referências


AESA. Imagens vetoriais. Disponível em:

sig/>. Acesso em: 20 set. 2019.

ALMEIDA, H. A.; MEDEIROS, E. A. Variabilidade no regime pluvial em duas

mesorregiões da Paraíba e sua relação com o fenômeno EL Niño Oscilação Sul. Journal

of Environmental Analysis and Progress, Recife, v. 2, n. 3, p. 177-185, 2017.

ANDRADE, R. L.; SANTOS, J. S.; SOUTO, P. C.; BEZERRA, D. M. Deposição de

serapilheira em área de Caatinga na RPPN “Fazenda Tamanduá”, Santa Terezinha – PB.

Revista Caatinga, Mossoró, v. 21, n. 2, p. 223-230, 2008.

FRANCISCO, P. R. M.; MEDEIROS, R. M.; SANTOS, D.; MATOS, R. M.

Classificação Climática de Köppen e Thornthwaite para o Estado da Paraíba. Revista

Brasileira de Geografia Física, Recife, v. 8, n. 4, p. 1006-1016, 2015.

GOLDEN GATE WEATHER SERVICE. Climate 2018. Disponível em:

. Acesso em: 20 set. 2019.

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS. INPE. Imagens de satélite.

Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2019.

MELO, R. R.; LIRA FILHO, J. A.; RODOLFO JÚNIOR, F. Diagnóstico qualitativo e

quantitativo da arborização urbana no bairro Bivar Olinto, Patos, Paraíba. Revista da

Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, Curitiba, v. 2, n. 1, p. 64-80, 2007.

NÓBREGA, R. S.; SANTIAGO, C. F.; AYANE, G. Tendências do controle climático

oceânico sob a variabilidade temporal da precipitação no Nordeste do Brasil. Revista de

Geografía Norte Grande, v. 63, n. 1, p. 9-26, 2016.

RANDIN, B.; MOATZENAUER, R. Uso das informações meteorológicas na agricultura

do Rio Grande do Sul. Agrometeoros, Passo Fundo, v. 24, n. 1, p. 41-54, 2016.

SALLES, R. A. et al. Influência dos fenômenos El Niño e La Niña no regime

pluviométrico anual de linhares, ES. 30 SEAGRO: ANAIS... DA SEMANA

ACADÊMICA DO CURSO DE AGRONOMIA DO CCAE/UFES, 2018.

SANTOS, H. G. et al. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 5. Ed. Brasília:

Embrapa, 2018. 590 p.

SILVA, V. C. B.; MACHADO, P. S. SIG na análise ambiental: susceptibilidade erosiva

da bacia hidrográfica do córrego Mutuca, Nova Lima, Minas Gerais. Revista de

Geografia (UFPE), Recife, v. 31, n. 2, p. 66-87, 2014.

ZANZARINI, F. V. et al. Correlação espacial do índice de vegetação (NDVI) de imagem

Landsat/ETM+ com atributos do solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e

Ambiental, Campina Grande, v. 17, n. 6, p. 608-614, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Craibeiras de Agroecologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.