Componentes de rendimento para sustentabilidade produtiva de sorgo sacarino na região mais seca do Brasil

Silvio Souza Junior

Resumo


O modelo agrícola convencional utilizado no semiárido compromete a
qualidade do solo e a resiliência ambiental. Um paradoxo produtivo ocorre na Fazenda
São Paulo (FASP), situada no município da Prata, onde os últimos quarenta anos foram
dedicados a entender e adaptar a produção de culturas nas condições impostas pelo
semiárido, uma delas o sorgo sacarino que possui adaptabilidade e resistência a altas
temperaturas e umidades de solo, e a baixos índices pluviométricos. O objetivo do
trabalho foi avaliar características morfoagronômicas de uma potencial variedade de
sorgo sacarino para produção no semiárido. O experimento foi conduzido em blocos
casualizados (DBC), em esquema fatorial 3x2, com três genótipos (SAB01, BRS506 e
IPA467) cultivados em dois locais (São João do Cariri e Prata), com 20 repetições. Foi
utilizado, o genótipo SAB01 desenvolvido na FASP e as variedades comerciais:
BRS506 e IPA467, como testemunhas. Os dados foram submetidos a análise de
variância, seguidas pelo teste de Dunnett. As características analisadas foram referentes
ao porte e produtividade. Em São João do Cariri, o genótipo SAB01 foi superior apenas
para característica massa seca do colmo. Na Prata, o SAB01 foi superior para as
características altura de planta, diâmetro do colmo e massa verde da folha. As baixas
produtividades obtidas no experimento são justificadas pelas baixas precipitações
ocorridas na época de semeadura e pelo longo período de veranicos durando o ciclo da
cultura. O genótipo SAB01 foi promissor para implantação no semiárido.

Texto completo:

PDF

Referências


AESA – AGÊNCIA EXECUTIVA DE GESTÃO DAS ÁGUAS DO ESTADO DA

PARAÍBA. 2018.

AGUIAR M.I., MAIA, S. M. F., DA SILVA XAVIER, F. A., DE SÁ MENDONÇA,

E., ARAÚJO FILHO, J. A., OLIVEIRA, T. S. 2010. Sediment, nutrient and water

losses by water erosion under agroforestry systems in the semi-arid region in

northeastern Brazil. Agroforest Syst 79:277–289.CAMACHO, R.; MALAVOLTA, E.;

CRUZ, Cosme Damião. Genes Software - extended and integrated with the R, Matlab

and Selegen. Acta Sci., Agron., Maringá , v. 38, n. 4, p. 547-552, Dec. 2016

OLIVEIRA, Anderson Ramos de et al. viabilidade econômica do cultivo consorciado de

sorgo sacarino e feijão-caupi em barragem subterrânea. Congresso Internacional das

Ciências Agrarias, João Pessoa, v. 3, n. 6, p.0-0, fev. 2015. Anual.

OLIVEIRA, Jackson Silva e et al. Adaptabilidade e Estabilidade em Cultivares de

Sorgo. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v. 2, n. 31, p.883-889, 02 fev. 2002.

Anual..

SANTOS, João Marcos Rodrigues dos et al. Viabilidade do cultivo consorciado de

sorgo sacarino e feijãocaupi em barragem subterrânea em regiões semiáridas. Revista

Científica Intelletto, Venda Nova do Imigrante, Es, Brasil, v. 2, n. 1, p.5-15, jan. 2017.

Anual.

SÁ I.B. 2010. Processos de desertificação no Semiárido brasileiro. In: Sá I.B. & Silva

P.C.G. Semiárido brasileiro: pesquisa desenvolvimento e inovação Petrolina: Embrapa

Semiárido. pp. 125 – 158.

PESCE, D.M.C. et al. Porcentagem, perda e digestibilidade in vitro da matéria seca das

silagens de 20 genótipos de sorgo. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e

Zootecnia, Belo horizonte, Junho 2000.

LANZA, Ana Lúcia Lara. Características agronômicas do sorgo biomassa submetidas a

diferentes doses de nitrogênio e potássio em cobertura. XXXI Congresso Nacional de

Milho e Sorgo.: Milho e Sorgo: inovações mercados e segurança alimentar, Bento

Gonçalves - RS, p. 87-90, 2 fev. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Craibeiras de Agroecologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.