EMERGÊNCIA, ÍNDICE DE PEGA E DESENVOLVIMENTO INICIAL DE MUDAS DE MADEIRA NOVA (Pterogyne nitens Tul.)

Edileide Rodrigues

Resumo


O objetivo desse estudo foi avaliar os índices de emergência e resistência a repicagem e
crescimento inicial de mudas de madeira-nova (Pterogyne nitens Tul.). O experimento
foi conduzido no viveiro florestal de produção de mudas, e as sementes foram coletadas
em duas árvores da espécie. O transplantio das plântulas foi realizado no momento que
a formação do primeiro par de folhas foi concluída. Quinze dias após foi feito a
contagem para se calcular o número de pega. Os dados foram submetidos à análise
estatística para obtenção das médias e plotagem de gráficos de regressão linear ou
quadrática. Foram observados resultados satisfatórios em relação à emergência de
plântulas, índice de pega, altura de plantas e diâmetro do colo. As mudas de madeira
nova apresentam um bom percentual de emergência e uma ótima resistência a
repicagem. A altura de plantas juntamente com o diâmetro de caule apresentou
incremento significativo com o passar do tempo após o transplantio.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIGUCHI, B. B.; GALBIATTI, J. A.; ROSA, A. R. T.; SILVA, F. G.; FARIA, R.

T. Compost of garbage and tree pruning used as substrates for production of irrigated

wild poinsettia seedling. African Journal of Agricultural Research, v. 10, n. 7, p.

-603, 2015.

BARBOSA, V.; GARCIA, P. B.; RODRIGUES, E. G.; PAULA, A. D. Biomassa,

carbono e nitrogênio na serapilheira acumulada de florestas plantadas e nativa. Floresta

e Ambiente, v. 24, p. e20150243, 2017.

FIGUEIREDO, M. E. O.; LONGUE, D.; PEREIRA, A. K. S.; CARNEIRO, A. D. C.

O.; SILVA, C. M. S. Potencial da madeira de Pterogyne nitens Tul. (madeira-nova)

para produção de carvão vegetal. Ciência Florestal, v. 28, n. 1, p. 420-431, 2018.

MACERA, L. G.; PEREIRA, S. R.; SOUZA, A. L. T. D. Survival and growth of tree

seedlings as a function of seed size in a gallery forest under restoration. Acta Botanica

Brasilica, v. 31, n. 4, p. 539-545, 2017.

NGUYEN, T. P.; CUEFF, G.; HEGEDUS, D. D.; RAJJOU, L.; BENTSINK, L. A role

for seed storage proteins in Arabidopsis seed longevity. Journal of experimental

botany, v. 66, n. 20, p. 6399-6413, 2015.

OLIVEIRA, M. C. D.; OGATA, R. S.; ANDRADE, G. A.; SANTOS, D. D. S.;

SOUZA, R. M.; GUIMARÃES, T. G; RIBEIRO, J. F. Manual de viveiro e produção de

mudas: espécies arbóreas nativas do Cerrado. Embrapa Cerrados. 2016.

PIMENTEL, R. M.; BAYÃO, G. F. V.; LELIS, D. L.; SILVA, A. J. C.;

SALDARRIAGA, F. V.; MELO, C. C. V.; SOUZA, F. B. M.; PIMENTEL, A. C. S.;

FONSECA, D. M.; SANTOS, M. E. R. Ecofisiologia de plantas forrageiras. PUBVET,

v. 10, p. 636-720, 2016.

SABONARO, D. Z.; SANTOS, V.; RUSSO, L. R. M.; OLIVEIRA, A. P.;

SIMONETTI, V. C. Plantio de mudas com adubações distintas nas margens do córrego,

em aluminio-sp. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, v. 13, n. 2, p. 265-274,

SANTOS NETO, A. P., BARRETO, P. A. B., DA GAMA-RODRIGUES, E. F., DE

NOVAES, A. B., DE PAULA, A. PRODUÇÃO DE SERAPILHEIRA EM FLORESTA

ESTACIONAL SEMIDECIDUAL E EM PLANTIOS DE Pterogyne nitens Tull. e

Eucalyptus urophylla ST Blake NO SUDOESTE DA BAHIA. Ciência Florestal, v. 25,

n. 3, p. 633-643, 2015.

SANTOS, M. D. G.; AZEREDO, G. A.; SOUZA, V. C. Emergência de plântulas de

madeira nova provenientes de sementes coletadas de indivíduos localizados em brejo de

altitude. Nucleus, v. 15, n. 1, p. 391-398, 2018.

SILVA, R. F.; ROS, C. O.; DELLAI, A.; GROLLI, A. L.; SHAID, D. L.; VIEL, P.

Interferência de doses de cobre no crescimento e na qualidade de mudas de Bauhinia

forficata link, Pterogyne nitens tul e Enterolobium contortisiliquum vell. Ciência

Florestal, v. 26, n. 2, p. 647-655, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Craibeiras de Agroecologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.