Atividade Celulolitica de Fungos Isolados da Rizofera de Cactáceas no Município de Ouro Branco, Semiárido Alagoano

Arthur Costa Pereira Santiago de Almeida, Crísea Cristina Nascimento de Cristo, Elisama Vicktoria da Silva Melo, Saul de Campos Melo Almeida, Matus Matus Nascimento da Silva, João Manoel da Silva, Tania Marta Carvalho dos Santos, Yamina Coentro Montaldo

Resumo


O solo, por sua condição natural, é um ambiente propício a uma vasta diversidade de organismos. Parte desses micro-organismos vive em simbiose com várias espécies de plantas cultivadas ou não, e que têm potencialidades na produção vegetal e de hidrólises enzimáticas. Na região de Ouro Branco-AL foi realizado um estudo objetivando isolar de uma área sob processo exponencial de salinização e desertificação, fungos filamentosos associados a cacatáceas e avaliar sua atividade celulolítica. Foi realizada coleta de solo na profundidade 0-20 cm da superfície na área correspondente à rizosfera. Diluições seriadas foram realizadas até a fração 10-3, 10-4 e 10-5 e inoculadas em placas de Petri contendo meio de cultivo seletivo para fungos. Foram selecionados cinco fungos para serem determinadas a atividade celulolítica em meio carboximetilcelulase e a degradação em papel filtro. Os ensaios demonstraram atividade celulolítica dos isolados através da colonizaçção e degradação de papel filtro.

Palavras-chave


fungos filamentosos; hidrólises enzimáticas; desertificação; atividade celulase

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, P. N. M.; FREITAS, C. E. S.; OLIVEIRA, A.; RIBEIRO, I. C. O.; EDVALDO, A. V.; LUCIANA, G. C.; DUARTE, E. R. Atividade celulolítica de fungos aerobios isolados do rúmen de bovinos leiteiros alimentados com forragens tropicais. Revista Caatinga, v. 27, n. 4, p. 202-207, 2014.

LYNCH, J. M.; SLATER, J. H.; BENNETT, J. A.; HARPER, S. H. T. Cellulase activities of some aerobic microorganisms isolated from soil. Journal of General Microbiology, v. 127, n. 2, p.231-236, 1981.

RUEGGER, M. J. S.; TAUK-TORNISIELO, S. M. Atividade da celulase de fungos isolados do solo da Estação Ecológica de Juréia-Itatins, São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Botânica, v. 27, n. 2, p. 205-211, 2004.

SHODA, M.; SUGANO, Y. Recent advances in bacterial cellulose production. Biotechnology Bioprocess and Engeenery, v. 10, n. 1, p. 1-8, 2005.

SILVA, J. M.; NASCIMENTO, S. P. G.; MASSAHUD, R. T. R.; SANTOS, T. M. C.; LIMA, G. S. de A. Atributos químicos e biológicos do solo: um estudo no semiárido alagoano. In: GOMES, I. A.; MEDEIROS, M. B.; BATISTA, M. C.; GONZAGA, K. S.; FELIX, R. J. S.; SILVA JUNIOR, J. M.; OLIVEIRA, J. P. (Org.). Ensaios Interdisciplinares em Ciências Agrárias no Nordeste no Brasil. 1ed.Ananindeua: Editora Itacaiúnas, 2019, v. 1, p. 42-50.

R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. Disponível

em: . (2018).

RStudio Team RStudio: Integrated Development for R. RStudio, Inc., Boston, MA. (2016). Disponível em: .

SILVA, G. M. M.; PINHEIRO, G. C.; BARBOSA, B. C. A.; PEREIRA, L. J. R.; PESSOA, K. A. R. Biodegradação de paraquat e produção de celulase em reatores inoculados com fungos e resíduo lignocelulósico. Revista DAE, v. 66, n. 211, p. 50-61, 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Revista Craibeiras de Agroecologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.