CISTO ODONTOGÊNICO QUERATOCÍSTICO: ASPECTO TOMOGRÁFICO

Iara Santos Alves, Vanio Santos Costa, Daniel Victor Soares, Camila Pedrosa de Lima, Maelly Vicente Lôbo

Resumo


O cisto odontogênico queratocístico é uma lesão intra-óssea benigna, mais comum no sexo masculino, entre a segunda e terceira década de vida. O paciente normalmente não relata sintomas, mas quando presente o mais comum é a tumefação, sendo assim, a radiografia é um importante método de descoberta da lesão. O aspecto radiográfico não é patognomônico e pode ser unilocular ou multilocular, que varia em lesões uniloculares bem definidas e lesões multiloculares de bordas mal definidas; se confunde constantemente com o ameloblastoma e cisto dentígero, devido a isso o exame tomográfico e histopatológico são importantes para o diagnóstico. A tomografia apenas sugere o diagnóstico, sendo necessário um bom exame clínico e histopatológico. Um achado significante na TC a presença de atenuação aumentada no interior da lesão, além de ajudar na mensuração da dimensão da lesão, sendo importante para um melhor tratamento cirúrgico e realização da biópsia. A partir das informações e do relato de caso clínico, objetivamos informar os cirurgiões dentistas acerca da identificação e diagnóstico do cisto odontogênico queratocístico, tornando o diferencial na odontologia patológica.


Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.