ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DO TÓRUS PALATINO: RELATO DE CASO

Maria Paula Gerônimo Cabral, Amanda Rafaela da Silva Amorim, Gabriela Freire Alves, Hugo Nunes da Silva Filho, Vânio Santos Costa

Resumo


Tórus palatino é uma exostose, caracterizado por crescimento ósseo congênito, benigno, localizado ou circunscrito que resulta na formação de uma protuberância óssea. Ocorre frequentemente na maxila, na linha média do palato duro. Sua patogênese tem sido questionada, discutindo-se que seu desenvolvimento seja multifatorial, incluindo influências genéticas e ambientais. Apresenta maior prevalência em pacientes jovens do sexo feminino, o que torna o fator genético mais provável. Eles possuem diâmetro menor que 2 centímetros, mas podem aumentar lentamente de tamanho ao longo da vida. De acordo com sua aparência morfológica, pode ser classificado em: plano, alongado, nodular e lobular. Radiograficamente podem ser observadas, na linha média do palato duro, sombras radiodensas de ligeira e maior radiopacidade, se comparado ao osso circundante. Essa sombra pode ser melhor visualizada nas radiografias oclusais e panorâmicas, não aparecendo em radiografias dentárias de rotina. A maioria dos tórus palatinos pode ser diagnosticada clinicamente com base no seu aspecto clínico característico e pode necessitar de intervenção cirúrgica em pacientes edêntulos para melhor acomodar a prótese, em situações de interferência na função oral do paciente, em traumatismos frequentes da mucosa de revestimento ou caso tornem-se dolorosos e ulcerados. O presente trabalho apresenta o relato de um caso clínico de uma paciente do gênero feminino, 44 anos, encaminhada à clínica de radiologia para elucidação de diagnóstico clínico. Após a realização de uma radiografia panorâmica foi constatado imagem radiopaca extensa na região anterior da maxila compatível com tórus palatino. Assim, nosso objetivo é ressaltar os aspectos radiográficos do tórus palatino e a importância da diferenciação radiográfica de outras lesões para um diagnóstico correto e tratamento adequado desta patologia.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.