CISTO ODONTOGÊNICO ORTOQUERATINIZADO EM MANDÍBULA: RELATO DE CASO

Italo Weinne Vieira Binas, Amanda Rafaela da Silva Amorim, Adla Renata dos Santos Silva, Layane Ferreira de Andrade, José Ricardo Mikami

Resumo


O cisto odontogênico ortoqueratinizado (COO) é um cisto intraósseo que por muito tempo foi visto como uma variante do queratocisto odontogênico. Clinicamente apresenta aspectos de expansão e radiograficamente aparece como uma lesão radiolúcida unilocular, bem limitada. Do ponto de vista histopatológico é visto com uma camada de epitélio pavimentoso estratificado ortoqueratinizado, uma camada granulosa proeminente e uma camada basal em paliçada, em alguns casos. Como diagnóstico diferencial podem ser considerados o cisto dentígero, queratocisto odontogênico, ameloblastoma, mixoma odontogênico e fibroma ameloblástico. O tratamento consiste na remoção cirúrgica por enucleação com prognóstico bom e com pouca recidiva. O objetivo deste trabalho é relatar o caso de um paciente do gênero masculino, 28 anos de idade, com lesão expansiva em mandíbula do lado esquerdo. As hipóteses diagnósticas foram cisto dentígero, ameloblastoma e queratocisto odontogênico. A biópsia incisional foi conduzida e os cortes histológicos revelaram diagnóstico de COO. O tratamento foi realizado por meio de remoção cirúrgica conservadora e o paciente encontra-se em acompanhamento clínico-radiográfico. O caso ressalta a importância do correto diagnóstico para essa entidade clínica que pode ser semelhante a entidades tumorais, entretanto apresenta comportamento biológico e prognóstico favoráveis.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.