O PAPEL DO EXAME CLÍNICO E DA BIÓPSIA NO DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL EM LESÕES DE LÁBIO: RELATO DE CASO

Mariana de Lyra Vasconcelos, Danrley Kelven Ferreira Cavalcante, João Pedro Lisboa Damasceno Pereira, Marcia Cristina da Silva Amorim, Stela Maris Wanderley Nobre

Resumo


Inúmeros processos patológicos podem ocorrer na cavidade bucal, sendo competência do Cirurgião-Dentista o conhecimento dessas patologias e dos meios necessários para inferir hipóteses diagnósticas coesas para cada caso apresentado. A solicitação de exames complementares contribui para o diagnóstico diferencial e para o planejamento do tratamento a ser realizado. A biópsia é um procedimento indicado aos casos em que se suspeita de doenças que deixem substrato morfológico característico nos tecidos afetados, bem como na obtenção de diagnóstico diferencial por exclusão. O objetivo deste trabalho é relatar um caso clínico de lesão nodular de evolução rápida em lábio superior, descrevendo a importância do exame clínico e da biópsia no diagnóstico diferencial de lesões nessa mesma região. Paciente do gênero feminino, 35 anos, melanoderma, foi encaminhada ao setor de Estomatologia da FOUFAL, devido à lesão nodular em região de lábio superior direito. À anamnese a paciente relatou evolução de cerca um mês e a presença de sintomatologia dolorosa e sangramento. Ao exame físico foi observado nódulo avermelhado, sangrante, de base séssil, consistência fibrosa, textura áspera e de contorno definido, em área sugestiva de trauma contínuo. Considerando o aspecto clínico e o histórico da paciente, foram definidas como hipóteses diagnósticas mais relevantes: o granuloma piogênico, uma lesão benigna inflamatória hiperplásica composta por tecido de granulação com extensa vascularização, provavelmente decorrente de irritação crônica de baixa intensidade; e o hemangiogranuloma, que se apresenta como uma lesão avermelhada, de superfície lisa, irregular, sangrante ao toque, com curso clínico rápido. Foi realizada biópsia excisional da lesão e o encaminhamento do material para análise histopatológica, visando à definição do diagnóstico final. Diante disso, ressaltamos a importância do Cirurgião-Dentista como profissional no conhecimento das condições patológicas mais comuns da cavidade oral e a grande relevância da realização de biópsia das lesões citadas, como forma de diagnóstico e tratamento.


Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.