OSTEONECROSE DOS MAXILARES INDUZIDA POR BIFOSFONATOS (BRONJ): UMA BREVE REVISÃO DE LITERATURA

Lilianny Querino Rocha de Oliveira, Andreia Espíndola Vieira

Resumo


Os bifosfonatos são agentes antirreabsortivos que têm sido amplamente prescritos para prevenção e tratamento de doenças ósseas metabólicas, como osteopenia/osteoporose, bem como para tratar e controlar complicações ósseas associadas aos mielomas múltiplos e prevenir metástases ósseas. No entanto, o uso crônico dessa medicação tem aumentado o risco dos pacientes a osteonecrose dos maxilares relacionada aos bifosfonatos (BRONJ). Assim, a presente revisão teve como objetivo o levantamento bibliográfico em diferentes bases de dados desse tema tão relevante na odontologia atual. Clinicamente, a osteonecrose é caracterizada pela descontinuidade da mucosa com exposição na cavidade oral do tecido ósseo avascular e necrosado, ficando mais susceptível a infecções secundárias. A American Association of Oral and Maxillofacial Surgeons (AAOMS) conceitua três características clínicas para o diagnóstico da BRONJ: já ter feito ou estar em tratamento com bifosfonatos; persistência por mais de oito semanas de exposição óssea na região maxilofacial; e nenhum histórico de radioterapia na região de maxila e mandíbula. Basicamente, o mecanismo de ação dos bifosfonatos envolve sua atividade antiangiogênica e antiosteoclástica, por serem análogos sintéticos do pirofosfato e se ligarem à hidroxiapatita no osso. Uma revisão sistemática de 368 relatos de caso de BRONJ mostrou que em 60% dos pacientes a necrose ocorreu após um procedimento odontológico invasivo e apenas 40% ocorreram de forma espontânea. O diagnóstico precoce pode prevenir ou reduzir a morbidade resultante de lesões destrutivas avançadas nos ossos maxilares. Assim, é indispensável que antes de um tratamento odontológico invasivo, seja analisado o risco de osteonecrose de acordo com o bifosfonato, seu potencial de ação e via de administração, para que o paciente seja instruído quanto aos riscos ou benefícios e possíveis terapias alternativas. Diante da tendência atual de uso crescente e difundido da terapia crônica com bifosfonatos, é de fundamental importância o conhecimento do cirurgião-dentista sobre os riscos de BRONJ.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.