ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO DE UM CENTRO DE ALTA COMPLEXIDADE ONCOLÓGICA DO SUS DE MACEIÓ

Liliana Melo Lopes, Isadora Ventura do Amaral, Igor Raphael Rolim Gomes, Diogo da Cunha Carrer, Regianne Umeko Kamiya

Resumo


O câncer de cabeça e pescoço (CCP) é o quarto mais prevalente entre a população masculina da região Nordeste e é um grande problema de saúde pública. Neste trabalho, serão apresentados dados epidemiológicos de casos de CCP, registrados no CACON do HU da UFAL, no período entre 2008-2014. Foram coletados dados sobre gênero, faixa etária, procedência, origem de encaminhamento, grau de escolaridade, hábitos de vida, localização dos tumores primários na cavidade oral, estadiamento, diagnóstico, tratamentos e mortalidade. Dentre os 212 prontuários, 77% foram classificados como Carcinoma Espinocelular (CEC). Houve maior frequência no dorso de língua (27,61%), assoalho bucal (14,72%), mucosa oral (12,27%), lábio (11,08%), base de língua (7,98%), valécula (6,75%) e palato duro (6,13%). A faixa etária foi em média 68±16,23 (média ± desvio padrão) anos de idade, sendo a maioria do gênero masculino (72,39%). Mais de 62% residiam em Maceió (48,46%), Arapiraca (6,13%), Rio Largo (3,07%), Murici (3,07%), Marechal Deodoro (3,07%) e Messias (2,35%), os demais 96 municípios concentraram de 0 a 2 casos, somando-se 38% dos atendimentos. Cerca de 50% dos pacientes tinham baixo grau de instrução, 51% eram pardos e procuraram atendimento por encaminhamento de UBS do SUS (57%) ou por conta própria (12%). Mais de 98% do diagnóstico baseou-se em exames histopatológicos. 47,85% dos pacientes foram diagnosticados em estádio 3 (14,72%) ou 4 (33,13%). Sobre o uso de tabaco e álcool, cerca de 90% e 72% dos pacientes relataram ser usuário ou ex-usuário, respectivamente. Foram registrados 18 óbitos por câncer (11%). O grupo de maior risco para o CCP são indivíduos do gênero masculino, de baixo grau de instrução, maiores de 40 anos, usuários de tabaco e/ou álcool, por período prolongado. São necessárias campanhas para o diagnóstico precoce do CCP em populações de risco e priorização de políticas de rastreamento do câncer bucal.


Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.