COMPARAÇÃO ENTRE OS EFEITOS ANTIMICROBIANO E SOBRE ENDOTOXINAS DO HIPOCLORITO DE SÓDIO E DA CLOREXIDINA: REVISÃO DA LITERATURA

Lísia Fernanda de Sá Ferreira, Thiago Barros Português Silva, Maelly Vicente Lôbo, Clóvis Stephano Pereira Bueno, Daniel Pinto de Oliveira

Resumo


Como já é de conhecimento dos cirurgiões dentistas, em especial, dos endodontistas, a presença de bactérias nos canais radiculares é a principal causa de infecções nos tecido pulpar e perirradicular. Para obter máxima redução desses microrganismos ou sua eliminação do sistema de canais radiculares é necessário aliar durante a terapia endodôntica a ação mecânica dos instrumentos endodônticos com a ação química de substâncias auxiliares, para que a limpeza realizada seja maximizada e suficiente para debelar a infecção presente, evitando a permanência de bactérias e o surgimento de infecções persistentes. Atualmente encontra-se no mercado uma grande variedade de substâncias químicas, mas a mais conhecida e utilizada mundialmente é o Hipoclorito de Sódio, disponível em diferentes concentrações. Porém, já há alguns anos a Clorexidina surgiu no mercado e vem ganhando espaço entre especialistas como substância química auxiliar. Por isso, é apresentada neste estudo uma revisão de literatura a respeito do Hipoclorito de Sódio e da Clorexidina, com o objetivo de comparar as propriedades antimicrobianas dessas duas substâncias e também de avaliá-las quanto à capacidade de eliminar LPS bacteriano, através de um levantamento da literatura específica sobre o tema. A pesquisa foi realizada nas bases de dados PubMed, Scielo, Lilacs, CAPES, BBO e Bireme.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.