COMPARAÇÃO DA REMOÇÃO DA OBTURAÇÃO DO TERÇO APICAL DE CANAIS RADICULARES CURVOS PELOS SISTEMAS MANI GPR E HYFLEX NT: ESTUDO EM MICROCT

Lara Lais de Lima Monezi, Fernanda Freitas Lins, Samara Verçosa Lessa, Stephanie Borges da Silveira, José Cláudio Provenzano, Marilia Fagury Videira Marceliano

Resumo


Este estudo comparou ex vivo a remoção de material obturador do terço apical de 40 canais mesiais, IV de Vertucci, de molares inferiores após desobturação e reinstrumentação com os Hyflex NT (HF) e Mani GPR (MN). Os canais foram inicialmente preparados com o sistema Mtwo até 25/06 obturados pela técnica do cone único. Após a obturação, as raízes foram escaneadas em microtomografia computadorizada (MicroCT). Em seguida, cada canal, em uma mesma raiz, foi desobturado com os sistemas em teste, sendo padronizado o diâmetro apical final equivalente a 40/04. O tempo de trabalho também foi registrado. Os dados foram analisados pelo teste T de Student (significância de 5%). Os resultados demonstraram que o volume de material obturador percentual, antes e depois da reintervenção, nos 5 mm apicais da obturação, foi semelhante entre os grupos (P > 0,05). Em relação ao tempo total de desobturação e reinstrumentação, o grupo MN foi mais rápido quando comparado ao grupo HF (P = 0,001). Os sistemas MN e HF apresentaram resultados semelhantes na remoção de material obturador, contudo a técnica com o sistema MN é significativamente mais rápida.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.