CANINO SUPERIOR IMPACTADO POR VESTIBULAR: RELATO DE CASO

Thaisa Baía Costa, Clarissa Bastos Moraes, Larissa Lucy Carvalho do Nascimento, Andreza de Albuquerque Araújo, Hélder Lima Rebelo, Hugo Franklin Lima de Oliveira

Resumo


Os caninos são dentes que desempenham um papel estético e funcional. Quando inclusos, são precursores de maloclusões e até mesmo danos às estruturas adjacentes. Normalmente, essa condição aparece com mais frequência em pacientes do sexo feminino de maneira uni ou bilateral em maxila e maior incidência por via palatina (85%) e vestibular (15%). Na maioria dos casos, os dentes retidos são assintomáticos e podem estar associados ao desenvolvimento de cistos e tumores odontogênicos, sendo o odontoma uma das principais lesões mais associadas à retenção do elemento dentário e consequente reabsorção das raízes de dentes adjacentes. Seu diagnóstico é clínico e radiográfico, principalmente pelo retardo na erupção do canino permanente, sendo conclusivo através de exames de imagens de rotina. O presente estudo relata o caso de uma paciente do gênero feminino, 19 anos, encaminhada pelo ortodontista para remoção do dente 23, que se encontrava impactado em posição horizontal com a coroa voltada para vestibular e a raiz em íntima relação com o assoalho da cavidade nasal e seio maxilar, detectada através da radiografia panorâmica e da tomografia computadorizada de feixe cônico. Este estudo tem o objetivo de relatar o caso de remoção cirúrgica do dente 23 impactado e da lesão envolvida, para otimizar o tratamento ortodôntico.


Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.