ODONTOMA COMO FATOR DE IMPACTAÇÃO DENTÁRIA: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA E RELATO DE CASO CLÍNICO

Dayane Mendonça dos Santos, Thales Henrick Silva Pereira, Higor Ricardo Caravaggio de Lima Monezi, Milena Amancio de Almeida Oliveira, Camila Maria Beder Ribeiro, Christiane Cavalcante Feitoza, José de Amorim Lisboa Neto

Resumo


Os odontomas são os tumores odontogênicos mais comuns, considerados como anomalias do desenvolvimento (hamartomas). A maioria dessas lesões são assintomáticas, acometendo principalmente a maxila, geralmente associadas a um dente não erupcionado, sendo descobertas durante o exame radiográfico de rotina. São subdivididos em composto, quando formados por múltiplas estruturas pequenas, semelhantes a dentes, denominados de dentículos, e em complexo quando são caracterizados por uma massa conglomerada calcificada de esmalte e dentina, que não se assemelha morfologicamente com um dente. Os odontomas são tratados por excisão local simples e têm prognóstico excelente. O presente estudo tem como objetivo realizar uma revisão de literatura que auxilie na elucidação do comportamento biológico do odontoma que causa a impactação do órgão dental e relatar um caso de odontoma composto em um paciente de 30 anos, sexo masculino, branco, atendido em um serviço clínico de uma Faculdade de Odontologia. Os artigos utilizados se encontram indexados nas bases de dados PubMed e SciELO, datados de 2013 a 2018. No exame físico, observou-se retenção prolongada do canino inferior esquerdo decíduo (elemento 73) e a impacção do dente permanente sucessor. Ao analisar os exames imaginológicos, as radiografias periapicais e panorâmica, mostraram a retenção do elemento 33, associado a uma área radiopaca indicativa de odontoma composto com dentículos na região anterior da mandíbula, sendo confirmado por imagem tomográfica. O tratamento indicado foi a intervenção cirúrgica para a retirada dos fragmentos do odontoma e a exodontia do elemento 33 não irrupcionado, pois o tracionamento ortodôntico foi contraindicado, visto que o mesmo estava muito angulado, trespassando a linha média dentária e com pouco osso na face vestibular, o que poderia comprometer, também, os dentes adjacentes durante a mecânica ortodôntica. Paciente segue em acompanhamento para futura realização do tratamento, como conclusão.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.