FECHAMENTO DUPLO DE FÍSTULA BUCO SINUSAL COM CORPO ADIPOSO BUCAL E RETALHO VESTIBULAR: RELATO DE CASO

Everânia da Silva, Vilma Leão Barbosa Neta, Nayara Cavalcante Peixoto, Fernanda Viera França de Almeida, Millena Jacinto de Oliveira, Luiz Henrique Albuquerque de Lima, José Ricardo Mikami

Resumo


As fistulas buco sinusais são complicações tardias que decorrem principalmente pelo não diagnóstico ou tratamento inadequado das comunicações buco sinusais ocasionados após a exodontia de molares superiores cuja raízes possuem intima relação com o seio maxilar. A invasão desta estrutura por microrganismos da cavidade oral pode provocar alterações em sua fisiologia, podendo evoluir para uma infecção a qual deve ser tratada por antibioticoterapia. A cirurgia para o fechamento da fistula deve ser realizado somente após a remissão completa da sintomatologia e quando os seios paranasais radiograficamente apresentarem-se sem sinal de infecção. Existem várias técnicas cirúrgica para o tratamento dessas fistulas, como retalho vestibular, retalho palatino, corpo adiposo bucal, enxerto ósseo e inserção de materiais haloplástico. O objetivo deste trabalho é demostra um caso clinico de um paciente que apresenta uma fistula buco sinusal decorrente de uma extração de um primeiro molar superior esquerdo, acarretando sinusite extensa atingindo os seios maxilar e etmoidal e a fossa nasal ipslaterais. O tratamento de escolha foi a utilização do corpo adiposo da bochecha associado a retalho vestibular deslizante devido ao grande tamanho da fistula. O acompanhamento clinico-radiográfico do paciente revelou sucesso no tratamento com o fechamento da fistula e melhora na sinusite.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.