INSERÇÃO DA BOLA DE BICHAT PARA FECHAMENTO DE FÍSULA: RELATO DE CASO CLÍNICO

Priscilla Freire Vilela, Samara Correia da Silva, Anderson Felipe Tenório Duarte, Laryssa Ellen Fernandes Dantas, José Ricardo Mikami

Resumo


As fístulas buco-sinusais são complicações tardias que decorrem principalmente pelo não diagnóstico ou tratamento inadequado das comunicações buco-sinusais ocasionadas após exodontia de molares superiores cujas raízes possuem íntima relação com o seio maxilar. A invasão desta estrutura por microrganismos da cavidade oral pode provocar alterações em sua fisiologia, podendo evoluir para uma infecção a qual deve ser tratada por antibioticoterapia. A cirurgia para o fechamento da fístula deve ser realizada somente após a remoção completa da sintomatologia e quando os seios paranasais radiograficamente apresentarem-se sem sinais de infecção. O objetivo do presente trabalho é demonstrar um caso clínico de um paciente que apresentava com uma fístula buco-sinusal decorrente da extração do primeiro molar superior esquerdo, acarretando sinusite extensa, atingindo os seios maxilar e etmoidal ipslaterais. O tratamento de escolha foi executar, por meio de técnica cirúrgica, a utilização do corpo adiposo da bochecha associado ao retalho vestibular deslizante devido ao grande expansão da fístula. O acompanhamento clínico-radiográfico do paciente revelou sucesso do tratamento, reestabelecendo a integridade das estruturas e obtendo o resultado esperado. A formação de fístulas buco-sinusais não é uma patologia de rara incidência, entretanto poderiam ser evitadas caso houvesse um bom diagnóstico precoce e tratamento adequados. Uma vez que diagnosticadas, o processo cirúrgico é executado, garantindo que uma barreira afim de obter um fechamento total da comunicação.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.