INFILTRAÇÃO MARGINAL POR CORANTES – ANÁLISE COMPARATIVA DOS MÉTODOS AVALIATIVOS

Clara Maria Jatobá Pita, Ana Luiza Araújo da Silva Lima, Camila de Lima Albuquerque Marques, Gabriel Carlos de Lira, Débora Alves Nunes Leite Lima, Flávio Henrique Baggio Aguiar, Larissa Silveira de Mendonça Fragoso

Resumo


Inúmeros são os benefícios de uma efetiva união entre materiais restauradores e substrato dentário, porém, muitas vezes essa união não ocorre de maneira efetiva, acarretando falhas como a infiltração marginal. O estudo objetivou comparar, in vitro, dois métodos de avaliação da infiltração marginal através da penetração de corantes. Utilizou-se 45 fragmentos de dentes bovinos onde foram realizados preparos cavitários classe V que foram restaurados com resina composta Z250, armazenados em água destilada e mantidos em estufa à 37ºC por 24horas. Após procedimentos de acabamento e polimento, as restaurações foram divididas aleatoriamente em três grupos: grupo I – controle (sem selamento); grupo II – selante Fortify (Bisco); grupo III – selante Biscover (Bisco). Para a avaliação qualitativa da infiltração marginal, foram imersas em azul de metileno 2% por 4horas. Através de um Estereomicroscópio três observadores calibrados avaliaram o nível de infiltração do corante na interface dente/restauração em uma escala de 0-3. Os resultados foram submetidos à análise estatística (Testes de Kappa e Kruskal-Wallis). Demonstrou-se que os selantes de superfície Fortify (Grupo II) e Biscover (Grupo III) apresentaram as menores médias de infiltração marginal, diferindo estatisticamente do grupo controle (Grupo I). Posteriormente, os corpos de prova foram submetidos a avaliação quantitativa da infiltração do corante, objetivando comparar os dois resultados. Os corpos de prova foram triturados em moinho para tecidos duros visando obter um pó composto pelo conjunto dente/restauração. O pó obtido de cada amostra foi imerso separadamente, em tubo de ensaio, contendo 4 ml de álcool absoluto pró-análise por 24 horas, para dissolver o corante infiltrado na interface dente/restauração. O sobrenadante da solução centrifugada foi submetido à análise quantitativa do corante presente na solução pelo aparelho de espectrofotometria DU 65 através da leitura de absorbância. Constatou-se que os selantes de superfície Fortify e Biscover apresentaram menores médias de infiltração marginal, diferindo estatisticamente do grupo controle.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.