CONTRIBUIÇÃO DA LASERTERAPIA NOS TRATAMENTOS PERIODONTAIS

Maria Letícia Tibério Silva, Bárbara Mylena Galvão Verçosa, Bruna Antonielly Vanderlei Paulino, Leandro de Mello Azevedo, Meglorem Maciel da Silva, Zinara Silva Belo, Danilo Cavalcante Fernandes

Resumo


A laserterapia apresenta finalidades terapêuticas que auxiliam em tratamento de processos inflamatórios devido à capacidade de imunomodulação dos tecidos. Na Periodontia, a laserterapia consiste em um tratamento coadjuvante e adicional com propriedades de biocompatibilidade, sendo aplicada como ferramenta tanto na busca de eliminação da origem da patologia, como na modulação da inflamação, tendo como principal objetivo destruir bactérias causadoras da patologia. Os avanços tecnológicos e métodos terapêuticos para o tratamento de doenças bucais vêm obtendo resultados satisfatórios nos procedimentos periodontais que exigem técnicas invasivas tendo o auxílio do laser de baixa intensidade, visto que, possui ação anti-inflamatória, analgésica e bioestimulação tecidual. O objetivo deste estudo é analisar a literatura acerca da eficiência do tratamento periodontal com a contribuição da laserterapia. Foi realizada uma revisão integrativa da literatura, utilizado-se a base de dados Lilacs, incluindo artigos dos últimos sete anos, em Português, Inglês e Espanhol, indexados na base de dados citada. Nesta revisão integrativa, obtivemos um quantitativo de 3977 trabalhos, contudo deste quantitativo 2 trabalhos foram repetidos durante a busca, obtendo um total real de 4 trabalhos científicos que atenderam rigorosamente a necessidade da pesquisa. A doença periodontal é decorrente do acúmulo de microrganismos e pode ocasionar a destruição dos tecidos de suporte e proteção dos dentes, podendo levar a perda dos elementos dentários. O procedimento principal para o tratamento desta patologia, é a remoção mecânica dos agentes contaminante, contudo, a laserterapia é considerada um coadjuvante fundamental quando associado ao tratamento periodontal, pois apresenta muitos benefícios, tais como: reduzir sinais de inflamação; seu uso tópico no sítio ativo da doença periodontal pode proporcionar a redução de patógenos sem ocasionar danos ao tecido periodontal, estudos afirmaram que ocorre a eliminação total de bactérias anaeróbias, prevalentes em doenças periodontais, outrossim, é a ausência de efeitos colaterais presentes na antibioticoterapia.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.