MUCOCELE EM MUCOSA LABIAL INFERIOR: RELATO DE CASO

Sybelle Souza Oliveira Malta, Amanda Rafaela da Silva Amorim, Marília Pereira de Jesus, Camila Pedrosa de Lima, Cláudia Rebecca Costa Cavalcante Silva, José Lécio Machado, Luiz Carlos Oliveira dos Santos

Resumo


Mucocele é a lesão mais comum da mucosa oral, que resulta do acúmulo de secreção mucosa devido ao trauma e hábitos de morder os lábios ou alteração de glândulas salivares menores. O lábio inferior é a localização mais comum do fenômeno de retenção de extravasamento, sendo acometido em 75 a 80% dos casos, pela tendência a traumas. Clinicamente é representado por uma bolha contendo saliva em seu interior de coloração igual à da mucosa adjacente ou azulada, assintomática. Apesar do aspecto clínico frequentemente característico, o diagnóstico definitivo só pode ser realizado através do exame histopatológico. O objetivo deste trabalho é realizar uma revisão bibliográfica sobre o tema com apresentação do caso de um paciente do gênero masculino, 22 anos, que compareceu a serviço odontológico com queixa de aparecimento de “carne crescida” após morder o lábio inferior há cerca de três meses. Ao exame intraoral observou-se lesão bolhosa em mucosa labial inferior, de coloração enegrecida, amolecida à palpação e com aproximadamente 3 cm de diâmetro. A hipótese de mucocele foi sugerida baseada nos achados clínicos e na história de trauma relatada pelo paciente. O paciente foi submetido a procedimento cirúrgico sob anestesia local para exérese da lesão, com a remoção das glândulas salivares menores adjacentes para prevenção de recidivas. Os cortes histológicos revelaram que o fragmento analisado era revestido parcialmente por epitélio escamoso, presença de infiltrado inflamatório linfoplasmocitário e alguns histiócitos, com abundante material amorfo basofílico e pequenos ácinos revestido por células mucossecretoras consistente com estrutura de glândula salivar, sugerindo o diagnóstico definitivo de mucocele. No pós-operatório imediato de uma semana, a lesão estava cicatrizada. É essencial, além de uma anamnese criteriosa, o conhecimento do curso clínico de lesões comuns da cavidade oral, para a realização do diagnóstico e otimização da terapêutica a ser instituída pelos profissionais.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.