HIPERPLASIA FIBROEPITELIAL MAMÁRIA FELINA COM REMISSÃO ESPONTÂNEA: RELATODE CASO

Evelynne HILDEGARD MARQUES DE MELO, Diogo RIBEIRO CÂMARA, Márcia KIKUYO NOTOMI, Flávia FIGUEIRAÚJO JABOUR, Arnaldo César de OLIVEIRA GOMES LIRA JÚNIOR, Rita ALVES GARRIDO, Fernando WIECHETECK de SOUZA

Resumo


A Hiperplasia Fibroepitelial Mamária Felina (HFMF) é um aumento mamário anormal que pode ocorrer em uma ou múltiplas mamas. É a alteração mamária mais frequente em gatas jovens  e muito confundida com neoplasia. A etiologia envolve elevada concentração de Progesterona (P4).A patogenia ainda é pouco compreendida. O diagnóstico é clínico. A doença apresenta aspecto inflamatório A involução mamária ocorre com a redução de P4. A remissão espontânea é rara.Objetivo: Relatar um caso de HFMF com ulceração e necrose cutânea que obteve remissão espontânea. Descrição do caso: Foi atendida em uma organização não governamental em Maceió-AL, uma gata, 6 meses, 1,2kg, magra, sem raça definida, domiciliada, não vacinada, não vermifugada, não castrada cujo tutor injetou uma dose de contraceptivo e observou após 15 dias um aumento na mama esquerda do 4° par inguinal. As possibilidades para remissão são discutidas. Conclusão: Este caso demonstrou a importância inflamatória da HFMF e a cura sem interferência hormonal.

Palavras-chave


GH. IGF-1. Progesterona. Inflamação. Gata.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.