INCIDÊNCIAS DAS PRINCIPAIS DOENÇAS DIAGNOSTICADAS POR ULTRASSONOGRAFIA NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Íris Caroline Ferreira de Souza, Nhatalia Carolliny Sampaio Lourenço da Silva, Heloysa Almeida Bezerra, Melissa de Souza Borges Mendonça, Fagner Catarino Rodrigues Torres, Ana Thereza Mendes de Macêdo, Anaemilia das Neves Diniz

Resumo


Introdução: Os métodos de diagnóstico por imagem utilizados na medicina veterinária são variados, entre eles estão os exames ultrassonográficos que proporcionam estudos em tempo real. Dentre as vantagens da ultrassonografia, na qual as estão o fato de as imagens poderem ser obtidas em qualquer orientação espacial, além de não ser um exame invasivo e ter um excelente custo-benefício. Esta técnica ultrassonográfica é muito aplicada em avaliações cardíacas, torácicas, abdominais, reprodutivas, oculares e musculoesqueléticas dos pequenos animais. Dentre as principais doenças diagnosticadas por esse método estão a cistite, os cálculos na vesícula urinária, a esplenomegalia, a hepatomegalia, e algumas doenças do trato gastrointestinal como gastrite. Objetivos: O presente trabalho teve como objetivo fazer um levantamento dos exames ultrassonográficos realizados no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Alagoas, no período do segundo semestre de 2016 ao primeiro semestre de 2019. Observando quais as principais alterações encontradas nos exames de ultrassonografia realizados a fim de estabelecer relações com alguns dados dos pacientes como espécie, sexo e raça. Método: Foi realizado o levantamento de todos os exames de ultrassonografia que foram atendidos no Hospital Veterinário Universitário da UFAL no Laboratório de Imaginologia (Dócil), entre o segundo semestre de 2016 e o primeiro semestre de 2019. Os dados foram coletados através da ficha de solicitação do paciente, e transferidos, posteriormente para uma planilha no Excel. Foi levado em consideração: espécie, raça e a principal alteração encontrada no paciente. Após isso, foi confeccionado os gráficos para se ter os resultados em porcentagem, e ter conhecimento das doenças que mais acometem os animais da rotina do HVU – UFAL. Resultados: Durante o segundo semestre de 2016 e o primeiro semestre de 2019 foram realizados 110 exames de ultrassonografia, sendo 77 deles realizado em cães e 33 em gatos. Quanto ao sexo tiveram 70 fêmeas e 40 machos.  As raças em sua maioria foram sem raça definida (n=62) seguidos por Pinscher (n=8) e Labrador (n=5) e Poodle (n=5). As doenças mais acometidas foram esplenomegalia (n=43), cistite (n=34), hepatomegalia (n=7), neoplasias (n=6), enterite (n=5), lama biliar (n=4), cálculo vesical (n=4), nefrite (n=3) e gastrite (n=3). Discussão: Dentre os casos apresentados, foram observadas maiores incidências de esplenomegalia, sendo consequência de outras doenças afetando cães de diferentes raças, idades e sexos. A esplenomegalia pode ser alteração consequente de várias doenças sistêmicas como hemoparasitoses que afetam muito as espécies estudadas sendo endêmicas na região do hospital veterinário. Além disso, houve um número alto de casos de cistite. Essa alteração traz um grande desconforto ao animal, e pode ter causas como baixa ingestão de água, alimentação, baixa frequência urinária, dificultando a descoberta de sua causa principal. Erros de manejo alimentar levam a alterações no trato gastrointestinal como enterite e reflete a falta de conhecimento de tutores no que diz respeito à esse manejo Conclusão: Conclui-se que o presente recurso de imagem agrega informações importantes dos pacientes e esse levantamento traz para o clínico um dado importante sobre a incidência das doenças na região.

Palavras-chave


Levantamento. Ultrassonografia. Doenças. Esplenomegalia

Texto completo:

PDF

Referências


KEALY, J. Kevin; MCALLISTER, Hester; GRAHAM, John P.. Radiografia e Ultrassonografia do cão & do gato. 5. ed. São Paulo: Elsevier Editora Ltda, 2012. 1012 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.