ULTRASSONOGRAFIA PARA AVALIAÇÃO OFTALMOLÓGICA DE UM EQUINO COM CARCINOMA DE CELULAS ESCAMOSAS

Esther Abihail Fuentes Arevalo, Anaemilia das Neves Diniz, Ferlane Leina Vieira de Almeida, Francyelly Monicke Bezerra de Moura, José Leonardo de Castro Alves, Pierre Bernabé Escodro, Rayane Caroline Medeiros do Nascimento

Resumo


O carcinoma de células escamosas (CCE) é uma neoplasia maligna que se origina nos queratinócitos. Em equinos, ocorre de forma mais comum nos olhos e genitália externa (prepúcio), geralmente causando invasão local em áreas de pouco pelo, com desenvolvimento de metástases. Sua prevalência se eleva com o aumento da radiação solar média anual, estando relacionada à idade e pigmentação da pele e pelagem (branco, acinzentado, palomino). As lesões são geralmente solitárias, delimitadas, começando como úlceras que não cicatrizam, crescentes e progredindo como massas com hiperqueratose e crescimento irregular proliferativo. O exame citológico é útil para estabelecer o diagnóstico provável, pois permite identificar queratinócitos atípicos, embora a histopatología seja o exame de eleição na confirmacão da neoplasia. O tratamento envolve a remoção cirúrgica (excisão cirúrgica, criocirurgia ou laser) e quimioterapia associada. Medidas preventivas incluem a higienização regular da área afetada e evitar a exposição ao sol. A técnica de ultrassonografia é útil na avaliação de estruturas oculares internas, quando existem patologias que impedem sua ótima observação, seja porque existem obstruções ou por apresentar opacidades. Entre as vantagens da técnica de ultrassonografia está que, esta pode ser realizada sem a necessidade de sedação ou anestesia.

Palavras-chave


Oftalmologia. Hipiatria. Diagnóstico por imagem. Enucleação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.