ALOPECIA AUTOINDUZIDA ASSOCIADA À Lynxacarus radovskyi (TENÓRIO, 1974) EM FELINO DOMÉSTICO: RELATO DE CASO

ANDREZZA CAVALCANTI DE ANDRADE, THAMIRES DE OLIVEIRA SOARES, CAROLINA FERREIRA OLIVEIRA, SILMARA RAQUEL LIMA DOS SANTOS, JOSÉ JEFFERSON RAMOS FARIAS, DANIEL ACIOLI TENÓRIO

Resumo


A Linxcariose felina é uma afecção pouco ocorrente na Clínica Médica de Pequenos animais, provocado através de ácaro de pelo, o Lynxacarus radovskyi, que compromete a integridade do pelo e promovendo prurido e alopecia localizada. Tal enfermidade, pode desenvolver-se de forma assintomática e concomitante a outros ectoparasitas, Ctenocephalides felis, por exemplo. O presente relato, descreve uma caso de uma felina, sem raça definida, 5 anos de idade, com queixa de alopecia, prurido e arrancamento dos pelos, diagnosticado com Linxacariose com alopecia localizada autoinduzida em associação ao ectoparasita L. radovskyi.

Palavras-chave


Linxacariose. Gatos. Ácaro de pelo. Dermatopatia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.