FERIDA LACERANTE NA REGIÃO PEITORAL EM EQUINO ABANDONADO NO BAIRRO DO PINHEIRO EM MACEIÓ-AL: RELATO DE CASO

Geraldo de Almeida Araújo Filho, Larissa Luciano de Oliveira, Fátima Caroline Soares Borges, Isabelly Fernanda Vieira Gonçalves, José Witlley Castanha Lopes, Rayane Caroline Medeiros do Nascimento, Pierre Barnabé Escodro

Resumo


Historicamente, o bairro Pinheiro, em Maceió (AL), vem apresentando inúmeras fissuras e afundamentos em moradias e vias públicas. O que se intensificou após fortes chuvas e abalo sísmico de 2018, produzindo danos estruturais significativos em edificações, ruas e passeios em extensa área do bairro, inclusive com interdição de moradias, levando a evacuação populacional e abandono animal. No bairro, há famílias de baixa renda que utilizam equídeos de tração para garantir sua renda, que são assistidos pelo Projeto Pró-Carroceiros da UFAL. O trabalho relata o resgate de égua de tração urbana, sem raça definida, alazã, 345 Kg, 14 anos, com ferida lacerante na região peitoral e abandonada no bairro Pinheiro, após o tutor mudar de cidade. Em seu histórico o animal havia sido vítima de facada por morador de rua desconhecido, há dias. 


Palavras-chave


Equídeos, extensão, cicatrização, ozonioterapia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.