Avaliação do Estresse em Idosos Submetidos à Cirurgia Eletiva Geral e Digestiva

Sandra Lopes Cavalcanti, Mario Jorge Jucá

Resumo


Nosso objetivo foi avaliar o nível de estresse em idosos submetidos à cirurgia eletiva geral ou digestiva, no pré e pós-operatório de 64 pacientes com idade igual ou superior a 60 anos. Na coleta foi utilizada uma Ficha de Recolhimento de Dados e para a avaliação da perda da habilidade cognitiva o Teste do Desenho do Relógio e o Mini Exame do Estado Mental. Para avaliar o nível de estresse o Inventário de Estresse para Adultos de Lipp (2000) e a Escala de Estresse Percebido. Os resultados indicaram que, 65,6% eram do sexo feminino e 54,7% de analfabetos. Verificou-se a presença de estresse no pré-operatório (64,1%), e 59,7% no pós-operatório. Os pacientes idosos submetidos à cirurgia eletiva geral ou digestiva apresentaram-se estressados tanto no pré quanto no pós-operatório, salientando-se que o sexo feminino foi o que apresentou maior nível de estresse. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/rpss.v1i1.2362

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

Núcleo de Saúde Pública- NUSP /FAMED

Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Av. Lourival Melo Mota, s/n

Tabuleiro dos Martins CEP:57072-900

Maceió - AL

 E - ISSN 2525-4200 

Indexação:            


Apoio: