Estado Nutricional em Idosos com Doenças Crônicas não Transmissíveis

Wellington Danilo Soares, Priscila Silva Rocha, Jéssica Pereira Barbosa, Priscilla Kálisy Duarte Soares, Daniel Antunes Freitas

Resumo


Objetivo: O objetivo deste estudo foi analisar o estado nutricional de idosos portadores de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) de um centro de referência no tratamento de idosos. Método: Trata-se de uma pesquisa descritiva, com abordagem quantitativa e transversal. Compôs a amostra 50 indivíduos, de ambos os sexos, faixa etária acima de 60 anos, selecionados de forma aleatória todos idosos atendidos em um centro de referência em idosos na cidade de Montes Claros – MG. Para a coleta de dados das Doenças Crônicas Não Transmissíveis foi utilizado um questionário baseado no Standard Health Questionare (SHQ) e adaptado, já para avaliação do estado nutricional foi utilizado o protocolo de Índice de Massa Corporal (IMC) e Circunferência da Cintura (CC). Resultados: Os resultados demonstraram que a maioria dos avaliados (82%) apresentaram hipertensão arterial, associada a outra doença ou não, 70% eram do sexo feminino, sendo que grande parte dos participantes apresentaram estados nutricionais inadequados (34%) sobrepeso e (28%) baixo peso. Em relação a CC, 68% apresentaram valores acima do recomendado, indicando maior risco de doenças cardiovasculares. Conclusão: Conclui-se, portanto que os idosos com estados nutricionais inadequados são mais propícios a desenvolver doenças crônicas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/rpss.v1i2.2381

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

Núcleo de Saúde Pública- NUSP /FAMED

Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Av. Lourival Melo Mota, s/n

Tabuleiro dos Martins CEP:57072-900

Maceió - AL

 E - ISSN 2525-4200 

Indexação:            


Apoio: