Caracterização Antropométrica de Portadores de Doença Renal em Tratamento Conservador

Erminia Marinho, Rayne Gomes Amorim, Juliana Célia de Farias Santos

Resumo


Objetivo: Traçar o perfil antropométrico de pacientes portadores de DRC em tratamento conservador e avaliar a associação com o estadiamento da DRC em um centro de nefrologia num hospital universitário. Método: Estudo transversal com pacientes de ambos os sexos e idade superior a 18 anos atendidos pelo ambulatório de nutrição. Os dados antropométricos coletados foram peso, altura e circunferência da cintura (CC) e os respectivos índices e percentuais calculados: índice de massa corporal (IMC) e % de gordura corporal (%GC). A taxa de filtração glomerular (TFG) foi estimada pela fórmula CKD-EPI. Os dados foram analisados com o programa Stata versão 13.0. Resultados: Compuseram a amostra 42 pacientes, 26,1% nos estágios 1 e 2, e 59,3% nos estágios 3,4 e 5 da DRC. As médias gerais de IMC, CC e %GC foram 27,4±6,2kg/m², 96,55±14,13cm, 35,7±9,5%, respectivamente. Foi encontrada diferença estatisticamente significativa (p<0,05) para variáveis antropométricas, bioquímicas e TFG entre os grupos com %GC adequado e alto. Conclusão: A maior parcela da amostra estava em estágios finais da DRC e o excesso de peso foi mais prevalente. Contudo, não foi possível avaliar o perfil antropométrico por estadiamento da DRC, tal fato justificado pelo tamanho da amostra, nosso fato limitante.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/rpss.v3i2.6235

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

Núcleo de Saúde Pública- NUSP /FAMED

Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Av. Lourival Melo Mota, s/n

Tabuleiro dos Martins CEP:57072-900

Maceió - AL

 E - ISSN 2525-4200 

Indexação:            


Apoio: