Educação a Distância: uma Análise das Estratégias de Aprendizagem na Formação em Saúde

Nayara Glycia Calheiros Santos, Andreia Teles Vieira, Jairo Calado Cavalcante

Resumo


O estudo foi desenvolvido no âmbito do mestrado em Gestão de Sistema e-Learning na Universidade Nova de Lisboa e centrou-se em investigar o uso das estratégias de aprendizagem utilizadas pelos discentes de um curso de especialização ofertado na modalidade a distância. A pesquisa está embasada na Psicologia Cognitiva e na Teoria do Processamento da Informação. Para recolha dos dados, foi utilizado o instrumento estandardizado intitulado “Escala de Estratégias de Aprendizagem (EEA)”. Os dados foram analisados quantitativamente mediante procedimentos estatísticos de análise descritiva. Os resultados apontam que os sujeitos fazem uso com maior frequência das estratégias cognitivas (média=8,2; dp=1,4), seguido, respectivamente, das comportamentais (média= 7,9; dp=1,4) e das autorregulatórias (média=7,4; dp=1,4). Ressalta-se a importância da temática e da necessidade de outras pesquisas que associem o tema ao papel do tutor como incentivador no desenvolvimento das estratégias de aprendizagem no contexto da e-Learning.


Texto completo:

PDF PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/rpss.v4i2.7288

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

Núcleo de Saúde Pública- NUSP /FAMED

Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Av. Lourival Melo Mota, s/n

Tabuleiro dos Martins CEP:57072-900

Maceió - AL

 E - ISSN 2525-4200 

Indexação:            


Apoio: