PRÓ-SAÚDE, PET-SAÚDE E A FORMAÇÃO DOCENTE – REVISÃO DIALÓGICA DA LITERATURA

Mayara Suzy Santana Camelo, Jefferson de Souza Bernardes

Resumo


A implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) demandou que a formação profissional fosse articulada com seus princípios e com as necessidades de saúde da população. A Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, fruto da parceria entre os Ministérios da Educação e da Saúde, possibilitou a criação de programas como o Pró-Saúde, PET-Saúde, e recentemente, o PET-Saúde/GraduaSUS. Esta pesquisa se propõe a investigar as práticas docentes e a formação profissional no Pró-Saúde e PET-Saúde por meio de revisão de literatura dialógica. O referencial teórico-metodológico é o das Práticas Discursivas e Produção de Sentidos. A análise dos repertórios linguísticos deu origem a três temas-foco: ensino-serviço, Pró-Saúde e Pet-Saúde e desafios. No primeiro tema-foco, ensino-serviço, os repertórios identificados tratam das caracterizações e concepções de ensino-serviço, sendo elas: potência, processo em construção e metodologia. Conclui-se que integrar ensino e serviço possibilita mudanças significativas nos modos de aprender e ensinar. No segundo tema-foco, os programas Pró e PET-Saúde são caracterizados enquanto programas indutores de mudanças na formação profissional. Por fim, o terceiro tema-foco refere-se aos desafios encontrados nas experiências relatadas nos documentos.Conclui-se que as iniciativas para as modificações formativas são cíclicas, processuais e em constante construção, fortalecendo e sendo fortalecidas pelas implicações e protagonismo dos/as atores/atrizes envolvidos/as. Entretanto, há pouca discussão nos documentos identificados sobre a formação docente.


Texto completo:

PDF PDF I

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

Núcleo de Saúde Pública- NUSP /FAMED

Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Av. Lourival Melo Mota, s/n

Tabuleiro dos Martins CEP:57072-900

Maceió - AL

 E - ISSN 2525-4200 

Indexação:            


Apoio: