A fuga do Estado da batalha entre capital e trabalho

Marcio Pochmann, Luciana Caetano da Silva

Resumo


Este ensaio propõe-se analisar a evolução do mercado de trabalhona esfera das economias capitalistas de produção, tomando como ponto de partida a sociedade industrial e buscando investigar a correlação de forças entre capital e trabalho, o papel dos sindicatos nas conquistas trabalhistas e a configuração da sociedade por classes sociais, sob a influência dessas forças. A metodologia consistiu em pesquisa bibliográfica que aponta as diferentes fases do capitalismo (liberal, monopolista, regulado edesregulado), ressaltando as mudanças por que passou o mercado de trabalho na transição do capitalismo regulado para o capitalismo desregulado, seja pelas mudanças ocorridas na estrutura produtiva com impactos sobre a estrutura das ocupações e o padrão de consumo, seja pela mobilidade do capital frente à desregulamentação dos mercados nas esferas produtiva e financeira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/repd.v9i22.8753